O próprio e os atributos

Manuel Antônio de Castro

Resumo


O ensaio alça uma reflexão na qual trata da identidade enquanto falsa questão, haja visto o empenho de categorização em que o mundo ocidental está inevitavelmente deflagrado. Nesse sentido, a procura pelo próprio fica sobrepujada pelo sistema atributivo que delineia grande parte do -- senão todo -- pensamento
moderno. Um movimento contrário a esse e que evidenciaria a densidade do pensamento poético seria perceber a apropriação como abertura ao Ser e como mergulho na singularidade pertinente a cada ente (sendo).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Manuel Antônio de Castro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.