Os não-lugares de Rubem Fonseca: um caso único de onipresença invisível na literatura brasileira

Aline Andrade Pereira

Resumo


Este artigo investiga a obra literária de Rubem Fonseca a partir de três tipos recorrentes em sua obra: o policial honesto, o sátiro e o artista/escritor. A literatura do autor será tomada como um tipo de escrita de si, onde as múltiplas personas formadas pelos personagens servirão como locais onde Rubem Fonseca se esconderá.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Aline Andrade Pereira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.