A Língua Paterna

Leila Danziger

Resumo


Resumo: No ensaio, a artista plástica fala de seu trabalho com os nomes próprios, em que tenta dar corpo aos nomes de desconhecidos mortos durante a 2ª Guerra, todos com o mesmo sobrenome judaico, o seu. Os poemas de Paul Celan são parte do trabalho e recebem tradução visual. Ao compor livros-objetos e gravar sobre jornais, tenta realizar visualmente as operações que o poeta realiza na língua alemã.
Palavras-chave: Poesia, gravura, objetos estéticos, memória, história judaica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Leila Danziger

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.