Fantasmografias – Escritas de luto de Carlito Azevedo, Franklin Alves Dassie e Leonardo Gandolfi

Autores

Palavras-chave:

Poesia brasileira contemporânea, fantasma, morte do autor, escrita de si.

Resumo

Nosso trabalho se propõe a uma retomada das tensões inerentes à contaminação entre vida e obra na poesia contemporânea a partir da imagem do fantasma. Nos voltaremos para três “escritas de luto”, nas obras de Carlito Azevedo, Franklin Alves Dassie e Leonardo Gandolfi, buscando ressaltar um mecanismo de “escrita de si” a partir de um embate/identificação com o espectral. Nos interessa especialmente rearmar uma teoria dos fantasmas que nos permita pensar, desde a escrita do luto, as ambiguidades recorrentes no trato com a figura autoral.

Biografia do Autor

Filipe Manzoni, UFRJ

Filipe Manzoni é professor de literatura brasileira na UFRJ. Foi pesquisador de pós-doutorado na UFF durante 2019, período no qual se focou nas desestabilizações da autonomia literária na poesia contemporânea brasileira, linha de investigação na qual o presente artigo se insere

Downloads

Publicado

2020-04-30