Assassinatos extraordinários: Edgar Allan Poe e a Modernidade da ficção policial

Luís Otávio Hott

Resumo


O objetivo deste estudo é a construção de uma poética do gênero detetivesco, resgatando-o do status de subgênero literário e reconhecendo-o como forma literária relevante na cultura da civilização ocidental há quase duas centenas de anos. Edgar Allan Poe, não apenas representou as ansiedades que emergiram juntamente às transformações sociais da modernidade, como também se inseriu no mercado editorial capitalista introduzindo esta condição no nível da forma, através da criação do gênero policial.


Palavras-chave


Ficção de detective; Literatura norte-americana; Modernidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2022 Luís Otávio Hott

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.