O JESUS DE NIETZSCHE E O PRÍNCIPE MÍCHKIN DE DOSTOIÉVSKI

Allan Sena Davy Santos Sena

Resumo


O presente artigo tem como objetivo discutir qual o possível lugar que as obras de Dostoiévski, mormente o romance O idiota, ocupam no diagnóstico dado por Nietzsche para o tipo psicológico do Redentor. Sustentamos que, a despeito das discussões sobre se Nietzsche teve contato direto ou apenas indireto com o romance, é possível estabelecer uma análise do príncipe Míchkin como um modelo clínico de extrema importância, muito mais do que qualquer outro personagem de Dostoiévski, para se avaliar de forma mais completa o diagnóstico de Jesus dado por Nietzsche.

Palavras-chave


Tipos psicológicos; fisiologia; idiota; Jesus.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Allan Sena Davy Santos Sena