SOBRE A HISTÓRIA DE ISRAEL COMO HISTÓRIA DA DESNATURAÇÃO DOS VALORES NATURAIS EM O ANTICRISTO DE NIETZSCHE: A PROPÓSITO DA INFLUÊNCIA DE JULIUS WELLHAUSEN

Rodrigo Rocha

Resumo


O presente artigo tem por objetivo fazer alguns apontamentos acerca de uma das teses centrais sobre a gênese do cristianismo, apresentada por Nietzsche em O Anticristo, de acordo com a qual o cristianismo só pode ser entendido a partir do solo em que cresceu. Partindo da análise desta tese, bem como do modo como ela se constrói na referida obra, procura-se compreender o modo como o filósofo caracteriza a história de Israel enquanto uma história típica da desnaturação dos valores naturais, tomando esta como o solo propriamente dito a partir do qual o cristianismo deve ser compreendido. Por fim, tendo em vista uma melhor compreensão dessa questão, serão feitos alguns apontamentos acerca da influência da historiografia bíblica de Julius Wellhausen sobre as considerações que sustentam a referida tese do filósofo.

Palavras-chave


Israel; valor; sacerdote; instinto judeu; Wellhausen.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Rodrigo Rocha