O CORPO COMO UNIDADE DE DOMINAÇÃO. A COMPREENSÃO DELEUZIANA DO ELEMENTO TRÁGICO DA FILOSOFIA DE NIETZSCHE

Juan Pablo Emanuel Esperón

Resumo


O presente artigo, cujo objetivo é mostrar uma concepção do corpo original, alternativa aos desenvolvimentos modernos hegemônicos, mostra a compreensão do corpo subjacente à ontologia trágica do jovem Nietzsche. Dado que o seu pensamento se situa na ligação e transição entre a época moderna e a contemporânea, é precisamente isto que permite uma abertura metafísica original,implicando em uma nova concepção estética do corpo. Desta forma, o artigo promove a interpretação deleuziana da filosofia de Nietzsche, que concebe o corpo como “unidade de dominação”, abrindo assim a possibilidade de entendimento a partir da relação entre termos (forças) desiguais (diferentes), não como totalidade.

Palavras-chave


corpo, força, Dionísio

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Juan Pablo Emanuel Esperón