A SEMIÓTICA DE SPINOZA

Pablo Azevedo

Resumo


Dentre todos os temas vinculados à filosofia de Spinoza, a doutrina da imaginação é, certamente, um dos menos explorados pelos comentadores. Se considerarmos a longa história de estudos consagrados à obra do filósofo, a raridade daqueles dedicados a analisar o tópico da imaginação é surpreendente. A partir desse quadro, o interesse pelo denominado “primeiro gênero de conhecimento” parece ser algo extremamente recente. Apenas a partir dos anos 1980 é que tal tema parece ter começado a atrair a atenção dos pesquisadores, destacando-se o Ars imaginandi de Filippo Mignini e Imagination et Religion chez Spinoza de Henri Laux1 . Ainda assim, é possível dizer que o tema da imaginação continua, ainda hoje, a ser um filão pouco explorado no pensamento de Spinoza.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Pablo Azevedo