A poesia entre o espírito e a letra: Hölderlin e o retorno do divino

Ulisses Vaccari

Resumo


Partindo da distinção entre espírito e letra na filosofia em Fichte, o artigo procura mostrar em que medida Hölderlin se apropria dela para pensar o papel da poesia no interior de seu projeto de educação da cultura. À poesia, como se lê em seus hinos tardios, como Patmos e Pão e vinho, cabe o papel de preparação da letra para o retorno do divino, concepção que Hölderlin desenvolve juntamente com Schelling e Hegel em Tübingen e que ganha expressão teórica em Sobre a religião e em O mais antigo programa de sistema do idealismo alemão.Partindo da distinção entre espírito e letra na filosofia em Fichte, o artigo procura mostrar em que medida Hölderlin se apropria dela para pensar o papel da poesia no interior de seu projeto de educação da cultura. À poesia, como se lê em seus hinos tardios, como Patmos e Pão e vinho, cabe o papel de preparação da letra para o retorno do divino, concepção que Hölderlin desenvolve juntamente com Schelling e Hegel em Tübingen e que ganha expressão teórica em Sobre a religião e em O mais antigo programa de sistema do idealismo alemão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Ulisses Vaccari