A Expansão do Metrô na Cidade do Rio de Janeiro: Representações e Conflitos

Ângelo Ferreira de Almeida, Amanda Pereira de Lima Pimentel, Caroline Silva

Resumo


Este trabalho pretende discorrer sobre o atual processo de expansão da rede metroviária na cidade do Rio de Janeiro, que consiste na criação da Linha 4, responsável por ligar a Zona Sul à Barra da Tijuca. Duas categorias analíticas norteiam nossa abordagem desse processo: as representações e os conflitos manifestados pelos moradores dos bairros atingidos pela expansão e pelos usuários do sistema. Dá-se destaque às representações sociais dos espaços públicos desenvolvidas pelos sujeitos na relação entre o “Eu e o Outro” e entre o “Público e o Privado” e suas especificidades no caso brasileiro; assim como os conflitos urbanos são abordados a partir da tendência de reivindicação de reconhecimento de ordem social e cultural. Os resultados apontam, entre outros aspectos, para significativa separação entre os grupos amostrais estudados e para a maior capacidade de organização e notoriedade dos conflitos relativos aos moradores dos bairros atingidos pela expansão.


Palavras-chave


Expansão Metroviária; Representações Sociais; Conflitos Urbanos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2015.2776

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Ângelo Ferreira de Almeida, Amanda Pereira de Lima Pimentel, Caroline Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 2237-3071