Rio de Janeiro e suas Paisagens -- Entre Perspectiva Histórica e Usos Contemporâneos

Autores

  • Véronique Zamant Laboratoire Architecture Anthropologie (LAA) - École Nationale Supérieure d'Architecture de Paris La Villette Laboratoire Ville Urbanisme Environnement (LAVUE) - UMR CNRS 7218

DOI:

https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2015.2778

Palavras-chave:

Paisagens Culturais, Unesco, Rio de Janeiro, Transformações Urbanas.

Resumo

Após uma década de tentativas, a cidade do Rio de Janeiro conseguiu inscrever em 2012 partes de seu território na Lista de Patrimônio Mundial da Unesco dentro da tipologia de “paisagens culturais”. Ao mesmo tempo, durante essa década em que construiu sua candidatura, a cidade passou por profundas transformações urbanas, sociais e econômicas. Este artigo propõe uma análise desse processo de patrimonialização junto à Unesco, fazendo uma reflexão sobre a valorização da evolução histórica da paisagem da cidade e, também, sobre as transformações urbanas que “a cidade maravilhosa” segue sofrendo na alvorada de seus 450 anos, buscando entender como esses dois processos se relacionam. Dessa forma, o artigo contribui com as pesquisas sobre a cidade do Rio de Janeiro e sobre o entendimento da produção complexa de espaços urbanos, através da tensão entre herança e projeção no “fazer (a) cidade”.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Véronique Zamant, Laboratoire Architecture Anthropologie (LAA) - École Nationale Supérieure d'Architecture de Paris La Villette Laboratoire Ville Urbanisme Environnement (LAVUE) - UMR CNRS 7218

Doutor em planejamento e urbanismo (2015)

Arquiteta (2006)

 

 

Downloads

Publicado

2015-12-01

Como Citar

ZAMANT, Véronique. Rio de Janeiro e suas Paisagens -- Entre Perspectiva Histórica e Usos Contemporâneos. Espaço Aberto, Rio de Janeiro, Brasil, v. 5, n. 2, p. 143–164, 2015. DOI: 10.36403/espacoaberto.2015.2778. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/EspacoAberto/article/view/2778. Acesso em: 13 jul. 2024.