Gentrificação na América Latina: Rumos do Debate e Traços Distintivos do Fenômeno no Continente / Gentrification in Latin America: Debates and Distinctive Traits of the Phenomenon on the Continent

Eduardo Tomazine Teixeira

Resumo


A incorporação do conceito de gentrificação na América Latina mostrou-se tardia, se comparada com o ambiente acadêmico anglo-saxão. Além disso, sua assimilação suscitou questionamentos epistemológicos e políticos quanto à pertinência de se importar uma ferramenta analítica forjada no Norte global. Na última década, porém, o interesse pelo assunto tem crescido consistentemente, multiplicando-se os estudos de caso, análises comparadas, publicações de números temáticos e livros dedicados à gentrificação nas cidades latino-americanas. O presente artigo procura rastrear a trajetória do debate sobre a gentrificação no continente, identificando na literatura os pontos de convergência sobre as características gerais e os aspectos particulares de uma gentrificação propriamente latino-americana. Por fim, serão apontadas algumas lacunas e temas emergentes que podem enriquecer a agenda de pesquisas sobre o assunto.

Palavras-chave


Gentrificação; América Latina; Cidades

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2020.28880

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Eduardo Tomazine Teixeira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 2237-3071