Festas, Produção do Espaço Urbano e Turismo: Considerações sobre o Círio de Nazaré em Belém-PA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2020.31068

Palavras-chave:

Festa, Produção do Espaço, Turismo, Círio

Resumo

Considerando a relação entre a festa e o espaço urbano e tendo como referencial empírico o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, patrimônio cultural da humanidade, realizado em Belém do Pará, o presente artigo tem como objetivo discutir e propor uma análise acerca do Círio de Nazaré no processo de produção do espaço, observando os efeitos de sua mercantilização na dinâmica de apropriação urbana durante o período festivo. Para tanto, foi utilizado como procedimento metodológico o levantamento bibliográfico de obras que tratam da festa, cotidiano e produção do espaço na perspectiva lefebvreana, bem como sobre o Círio de Nazaré. A análise mostra que a festa interfere no espaço urbano, tanto temporária, quanto permanentemente, principalmente ao ser realizada segundo a lógica do mercado, em especial pela sua turistificação, podendo ampliar ou reduzir as possibilidades de exercício do direito à cidade dos habitantes e visitantes.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2020-10-22

Como Citar

SILVA, Charles Paes; SERRA, Débora Rodrigues de Oliveira; DA CONCEIÇÃO, Luana Oliveira. Festas, Produção do Espaço Urbano e Turismo: Considerações sobre o Círio de Nazaré em Belém-PA. Espaço Aberto, Rio de Janeiro, Brasil, v. 10, n. 2, p. 129–146, 2020. DOI: 10.36403/espacoaberto.2020.31068. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/EspacoAberto/article/view/31068. Acesso em: 14 jul. 2024.