Drenagem Urbana e Meio Ambiente: um Estudo no Parque do Povo – Presidente Prudente – SP

Adriana Emi Büchler Otakara, Alba Regina Azevedo Arana

Resumo


Este artigo tem como objetivo discutir a drenagem urbana no Parque do Povo em Presidente Prudente – SP, enfocando as causas dos alagamentos e inundações urbanas no local. A metodologia utilizada nesta pesquisa foi baseada na investigação qualitativa, utilizando-se de levantamento bibliográfico, da pesquisa de levantamento, pesquisa documental e coleta de dados e da observação direta intensiva. A partir dos resultados verificou-se que as principais causas de inundações e alagamentos estão associadas à topografia da região, ao uso e ocupação do solo (redução de áreas permeáveis) e ao subdimensionamento do sistema de drenagem e limitação da rede coletora de água, ligadas à canalização do córrego do Veado. Conclui-se que o planejamento multidisciplinar deve ser compatibilizado e integrado com outros planos e projetos voltados à gestão das águas urbanas. O estudo propõe uma adequação do sistema de drenagem no Parque do Povo com base na infraestrutura verde.


Palavras-chave


Drenagem Urbana. Planejamento Ambiental. Águas Pluviais. Urbanização

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2021.43853

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Adriana Emi Büchler Otakara, Alba Regina Azevedo Arana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 2237-3071