O princípio de individuação em Schelling e as influências na construção da categoria da subjetividade em Kierkegaard

Jorge Miranda de Almeida

Resumo


O principal objetivo desse artigo consiste em evidenciar como Kierkegaard dialoga com Schelling em torno da categoria da individuação e de que maneira o pensador alemão influencia o filósofo dinamarquês na construção da categoria pelo qual tem a maior estima e considera a sua maior contribuição para com a Filosofia. O deslocamento realizado por Kierkegaard quanto a ruptura da compreensão de Schelling do indivíduo e como se realiza a individuação de Deus e a singularização do homem enquanto liberdade enredada é uma influência direta e que encontra-se em Kierkegaard especialmente em obras como O conceito de Angústia e em As Obras do Amor. Dessa forma, ao artigo problematiza nos dois autores a intrínseca relação entre a liberdade, a existência, o existente e a recusa de inclui-los em qualquer tipo de sistema, pois liberdade e sistema são incompatíveis, onde há sistema, há fatalismo ou determinismo; ou se não há determinismo é uma existência de conceitos, uma existência lógica, logo, uma não existência real e efetiva.



Referências bibliográficas

 

ARENDT, Hannah. Compreender. Formação, exílio e totalitarismo -- ensaios. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

 

HEIDEGGER, Martin. Schelling. Napoli: Guidda Editori, 1998.

 

POLITIS, Hèléne. Répertoire des références philosophiques dans les Papirer (papiers) de Søren Kierkegaard. Paris: Publications de la Sorbone, 2005.

 

KIERKEGAARD, Soren. O Conceito de Angústia. Petrópolis: Vozes, 2010.

 

_____. Pós-escrito conclusivo não científico às Migalhas Filosóficas, vol I. Petrópolis: Vozes, 2013.

 

_____.Diario. Bresia: Morcelliana, 1980.

 

_____. Diario. Milano: RCS Libri S.p. A, 2000.

 

_____.Enten-eller. V volumes. 6ª ed. Milano: Adelphi Edizioni, 2001.

 

_____. Ponto de vista explicativo de minha obra como escritor. Lisboa: Edições 70, 1986.

 

_____. As Obras do Amor. Petrópolis: Vozes, 2005.

 

_____. A Doença Mortal -- O desespero humano. São Paulo: Abril Cultural, 1974.

 

MORUJÃO, Carlos. Schelling e o problema da individuação. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2004.

 

SCHELLING, F. W. A essência da liberdade humana -- Investigações filosóficas sobre a essência da liberdade humana e das questões conexas. Petrópolis: Vozes, 1991.

 

_____. Sobre o dogmatismo e o criticismo. São Paulo: Abril, 1984. (Coleção Os Pensadores)

 

SARTRE, Jean Paul. O Ser e o Nada. Petrópolis: Vozes, 1997.

 

STWART, Jon. The notion of actuality in Kierkegaard and Schelling's influence. Ars Brevis, n. 17, 2011, p. 237-253. Disponível em: http://www.raco.cat/index.php/arsbrevis/article/viewFile/257018/344060. Acesso em 08 set. 2015.


Palavras-chave


.Kierkegaard; Schelling; individuação; subjetividade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Ítaca - Periódico acadêmico administrado e editado por discentes de pós-graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro

ISSN (1519-9002 | 1679-6799) 

 

Última atualização: Agosto/2019

Last update: Agust/2019