Reflexão e autonomia: uma relação entre juízo de gosto e crítica de arte.

Júlia Casamasso Mattos

Resumo


Tal artigo pretende analisar a autonomia presente no juízo de gosto kantiano a fim de compreender como tal juízo pode servir de base para a crítica de arte. Procuraremos mostrar que julgando de forma autônoma o sujeito está provando o seu gosto, assim como o crítico que procura exprimir uma reflexão genuína sobre a obra de arte. Podemos entender que ambos procuram, não só pelo equilíbrio entre a força de se afirmar e a possibilidade de sustentar se em frente a juízos contrários, mas também pela justa medida entre gosto e subjetivismo.


Palavras-chave


Reflexão; Autonomia; Juízo de gosto; Crítica de arte.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Ítaca - Periódico acadêmico administrado e editado por discentes de pós-graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro

ISSN (1519-9002 | 1679-6799) 

 

Última atualização: Agosto/2019

Last update: Agust/2019