A Morte do Entusiasmo e o Triunfo da Razão: Considerações sobre o Fenômeno Artístico Primordial em O Nascimento da Tragédia de Friedrich Nietzsche

Ana Rosa Lessa Luz (UERJ)

Resumo


O presente artigo tem por objetivo a delimitação teórica do que Nietzsche compreende por nascimento e morte do trágico. Em sua obra O Nascimento da Tragédia, o filósofo apresenta uma clara progressão entre a emergência do fenômeno artístico primordial do trágico, representado pela união conjugal do apolíneo e do dionisíaco, e sua queda decorrente da ascensão da racionalidade procedente do socratismo estético

Palavras-chave


Apolíneo; dionisíaco; fenômeno; socratismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Ítaca - Periódico acadêmico administrado e editado por discentes de pós-graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro

ISSN (1519-9002 | 1679-6799) 

 

Última atualização: Agosto/2019

Last update: Agust/2019