Perspectivas e desafios da relação entre Brasil e Angola: (re) definições da Cooperação Sul-Sul?

Joyce Amancio de Aquino Alves, Marcelino Correia

Resumo


A cooperação entre Brasil e Angola demarca as relações históricas e diplomáticas entre ambos os países e é estreitada a partir de 2003 durante o Governo Lula, que consolida uma abertura para a internacionalização de empresas em território angolano. O presenta artigo objetiva discutir as perspectivas e desafios da relação entre Brasil e Angola a partir de duas perguntas principais: Quais os resultados obtidos pelo estreitamento das relações Brasil e Angola através da cooperação? Como as ações de Cooperação Brasil-Angola (re)definem a Cooperação Sul-Sul?. Para tanto, utilizamos uma análise bibliográfica e uma análise sobre documentos e relatórios da Agência Brasileira de Cooperação e do Ministério das Relações Exteriores do Brasil que apontam uma definição dentro da conceituação de Cooperação Sul-Sul mas também uma redefinição, que gera articulação dos países e convergências em foros multilaterais, contribuindo para a construção de um sistema mundial multipolar e mecanismos institucionais mais equilibrados.


Palavras-chave


Angola. Brasil. Cooperação Sul-Sul.

Texto completo:

PDF

Referências


ABDENUR, A. E; RAMPINI, J. M. A Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento com Angola e Moçambique: uma visão comparada. In: Cultura Acadêmica, 2015.

ABREU, ALINE Fernandes Vasconcelos de. a Cooperação Sul-Sul e a atual dinâmica da Ajuda Internacional para Desenvolvimento. 1º Seminário Nacional de Pós-Graduação em Relações Internacionais. Brasília, de 12 e 13 de julho de 2012.

ABREU, FJM. A evolução da cooperação técnica internacional no Brasil (The evolution of international technical cooperation in Brazil). Mural Internacional, V.4, N.2, Jul-Dez, 2013.

BRASIL, Ministério das relações exteriores. Agência Brasileira de Cooperação. Manual da gestão da Cooperação técnica Sul-Sul, 2013. Disponível em:

FONSECA JR, Gelson. Angola. In: Brasil no Conselho de Segurança. Disponível em: http://funag.gov.br/loja/download/152Brasil_no_Conselho_de_Seguranca_da_ONU_O.pdf. Acesso: 17/07/2020.

GRAY, K. & GILLS, B.K. (2016) South–South cooperation and the rise of the Global South. Third World Quarterly, 37(4), 557-574. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1080/01436597.2015.1128817. Acesso em 10 de Junho de 2020.

JÚNIOR, Haroldo Ramanzini e AYERBE, Luís Fernando. Política Externa Brasileira: Cooperação Sul-Sul e Negociações Internacionais. In: Cultura Acadêmica. Rio de Janeiro, 2015.

LEITE, Iara Costa: Cooperação Sul-Sul: Conceito, História e Marcos Interpretativos. Rio de Janeiro, mar. 2012.

Milani, Carlos R S. 2012. “Aprendendo Com a História: Críticas À Experiência Da Cooperação Norte-Sul E Atuais Desafios À Cooperação Sul-Sul.” Caderno CRH 25 (65): 211–31. doi:10.1590/S0103- 49792012000200003

Milani, Carlos R. S., e Tassia C. O. Carvalho. 2013. “Cooperação Sul-Sul E Política Externa: Brasil E China No Continente Africano.” Estudos Internacionais 1 (1): 11–35.

MINTER, William: Os Contra do Apartheid: As Raízes da Guerra em Moçambique e Angola. Johannesburg, jan. 1994.

MOROSINI, Fábio Costa; BADIN, Michelle Ratton Sanchez. A nova diplomacia econômica das relações Brasil-Angola: desvendando os seus instrumentos políticos, jurídicos e econômicos / organização Fabio Costa Morosini e Michelle Ratton Sanchez Badin. – 1. ed. – Brasília: IBDC; Grupo de Pesquisa C&DI, 2017.

PANTOJA, S. (2003) O litoral angolano até as vésperas da independência do Brasil. Textos de História, vol. 11, No l/2.

PEREIRA, Analúcia Danilevicz; MEDEIROS, Klei. O prelúdio da Cooperação Sul-Sul: da Conferência de Bandung à Conferência de Bueno Aires (1955-1978). Porto Alegre, set. 2015.

RIZZI, Kamilla Raquel. Cooperação Brasil-Angola no Pós-Guerra-Fria: os condicionantes internos e via multilateral. Porto Alegre, ago. 2005

ROCHA, André Santos. Cartografia e geopolítica das relações sul-sul: sobre a cooperação técnica Brasil-África. Confins: Revista franco-brasilera de geografia, número 39, 2019.

RODRIGUES, Pietro Carlos de Souza. GONÇALVES, Sonia Delindro. Política Externa e investimentos brasileiros em Angola. Austral: Revista Brasileira de Estratégia e Relações Internacionais, v.5, n.9, Jan./Jun. 2016, p.249-273

SARAIVA, José Flávio Sombra. África parceira do Brasil atlântico : relações internacionais do Brasil e da África no início do século XXI / José Flávio Sombra Saraiva. - Belo Horizonte, MG : Fino Traço, 2012.

Visentini, Paulo G. Fagundes. 2014. “África E as Potências Emergentes: O Sul E a Cooperação Profana.” Austral: Revista Brasileira de Estratégia E Relações Internacionais 3 (5): 41–68.

Visentini, Paulo G. Fagundes, e André Luiz Reis Da Silva. 2010. “Brazil and the Economic, Political, and Environmental Multilateralism: The Lula Years (2003-2010).” Revista Brasileira de Política Internacional 53: 54– 74.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 AbeÁfrica: Revista da Associação Brasileira de Estudos Africanos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

AbeÁfrica: revista da associação brasileira de estudos africanos, ISSN 2596-0873

 

Indexadores: