Submissões

 

Diretrizes para Autores

A revista Arquivos Brasileiros de Psicologia é órgão oficial do Instituto de Psicologia (IP) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), editada com periodicidade quadrimestral sob a responsabilidade do Programa de Pós-graduação em Psicologia (IP-UFRJ). A ABP publica trabalhos inéditos em Psicologia e áreas afins, em português, espanhol, inglês ou francês, nas seguintes categorias:

Artigos contendo relatos de pesquisa com dados empíricos

Investigação baseada em dados empíricos, utilizando metodologia científica: máximo de 50.000 caracteres com espaços, incluindo tabelas, figuras, quadros e referências.

Artigos com reflexões teóricas
Análise de construtos teóricos e reflexões relativas a assuntos de interesse para o desenvolvimento e avanço da Psicologia e áreas afins: máximo de 50.000 caracteres com espaços.

Artigos de revisão sistemática da literatura

Levantamento em bases de dados e demais referências bibliográficas, com aporte de subsídios para futuras pesquisas: máximo de 50.000 caracteres com espaços.

Relatos de experiência profissional
Artigo com descrição de experiência individual ou coletiva de proposta de intervenção pontual ou estudo de caso, contendo descrição de procedimentos ou estratégias de intervenção, análise de implicações conceituais, explicitando o contraponto teoria/prática e indicando com precisão as condições de realização da experiência relatada, contendo evidência metodologicamente apropriada de avaliação de eficácia e de interesse para a atuação de psicólogos em diferentes áreas: máximo de 16.000 caracteres com espaços.

Resenhas de livro
Apresentação e análise crítica de livros relevantes para a psicologia e áreas afins, nacionais ou estrangeiros, regularmente publicados no mercado editorial nos últimos dois anos. Não são necessários resumo e palavras-chave: máximo de 16.000 caracteres com espaços.

Seção aberta

A Seção Aberta publica relatos de pesquisas ou trabalhos apresentados em reuniões científicas ou eventos culturais (p.e., conferências nacionais e internacionais); entrevistas; artigos internacionais, já publicados no exterior, mas inéditos no Brasil.

PROCEDIMENTOS PARA SUBMISSÃO E AVALIAÇÃO DOS MANUSCRITOS

Os manuscritos submetidos, desde que de acordo com as normas para publicação, descritas abaixo, serão encaminhados a dois consultores ad hoc ou membros do Conselho Editorial para avaliação cega. Dois pareceres favoráveis indicarão a aceitação final para publicação. Em caso de pareceres contraditórios, um terceiro parecer será solicitado.

Os manuscritos a serem avaliados visando publicação devem ser submetidos exclusivamente via internet:

http://submission-pepsic.scielo.br/index.php/arbp

O primeiro passo é cadastrar-se como autor no mesmo endereço. Em caso de artigos com múltipla autoria, os nomes de todos os autores deverão constar no metadados da submissão, obrigatoriamente. O cadastramento dos autores deve responder à ordem de autoria: a ordem que figura na submissão será respeitada na publicação, em caso de aceitação do artigo. Para incluir mais de um autor, clicar em “incluir autor” e o campo ficará disponível para preenchimento.

Todo e qualquer texto encaminhado à Revista deve ser acompanhado de carta assinada por todos os autores, onde esteja explicitada a intenção de submissão ou nova submissão do trabalho para publicação e a declaração de responsabilidade pelos aspectos éticos e a autoria do trabalho. Igualmente, deverá constar que o trabalho não foi apresentado, na íntegra, em outro veículo de informação, nem está em avaliação por outro periódico. Essa carta deve conter, ainda, autorização para reformulação de linguagem, se necessária para atender aos padrões da Revista. Os autores devem revelar eventuais conflitos de interesse (profissionais, financeiros e benefícios diretos ou indiretos) que possam influenciar os resultados da pesquisa. De maneira semelhante, os autores devem revelar todas as fontes de financiamento envolvidas no trabalho. Devem garantir também que respeitaram a privacidade e o anonimato das pessoas envolvidas. Todos os documentos complementares devem ser anexados pelo sistema eletrônico de editoração, em arquivo de imagem ou de texto.

Artigos resultantes de pesquisas envolvendo seres humanos e/ou referentes a intervenções (diagnósticas ou terapêuticas) deverão ser acompanhados de cópia do parecer do Comitê de Ética da Instituição de origem ou outro credenciado junto ao Conselho Nacional de Saúde, de acordo com o que prevê a Resolução 196/96 do referido Conselho. Em textos contendo dados de casos clínicos, é preciso que se obtenha um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Esses documentos devem ser anexados no campo “incluir documento suplementar” do metadados.

Este periódico obedece ao sistema de avaliação por pares (double blind review), processo que preserva a identidade dos autores e consultores. Os autores deverão empregar todos os meios possíveis para evitar a identificação de autoria do manuscrito.

Os textos submetidos serão inicialmente apreciados pela Comissão Editorial. No caso de não se adequarem às normas ou ao escopo do periódico serão excluídos do sistema e seus autores informados. Caso contrário, serão encaminhadas para avaliação pelos pares, de acordo com o seguinte procedimento:

1. Encaminhamento para emissão de parecer a dois consultores ad hoc ou a dois membros do Conselho Editorial da revista.
2. Recepção dos pareceres, com recomendação para aceitação (com ou sem modificações) ou recusa. No caso de recomendação com modificações, os autores serão notificados das sugestões com a maior brevidade possível (os pareceres serão disponibilizados para os autores, preservadas as identidades dos consultores).
3. As modificações realizadas pelos autores deverão constar nos manuscritos reformulados em cor diferente ou negrito.
4. Os manuscritos reformulados serão examinados pela Comissão Editorial que decidirá, com base nas recomendações dos consultores, pela aceitação para publicação, pela necessidade de reformulações adicionais ou pela recusa do manuscrito para publicação. Em caso de aceitação para publicação, a Comissão Editorial reserva-se o direito de introduzir pequenas alterações para efeito de padronização conforme os parâmetros editoriais da revista.
5. A decisão final acerca da publicação ou não do manuscrito é sempre da Comissão Editorial.
6. A responsabilidade pelos conteúdos dos artigos é daqueles que o escrevem.

ASPECTOS A RESPEITAR NO TEXTO SUBMETIDO

Os manuscritos poderão ser escritos em português, espanhol, francês ou inglês e conter resumos em português, inglês e espanhol; no caso de trabalhos em francês, incluirão igualmente resumo nessa língua. Os textos deverão respeitar as normas editoriais estabelecidas por este periódico, adaptadas da 5a edição do Publication Manual da American Psychological Association (APA), de 2001 ( www.apastyle.org ):

• Formato Microsoft Word 97/2000/XP (.doc) ou OpenOffice.org 1.0 Text Document (.sxw);

• Extensão: 16.800 caracteres a 50.000 caracteres com espaços, de acordo com a categoria do artigo;

• Fonte Times New Roman, corpo 12, espaçamento entrelinhas de 1,5, margem mínima de 2,0 em todos os lados, justificado;

• Tabelas, gráficos e imagens (em formato JPEG) devem constar no corpo do texto, logo abaixo da referência feita (ex: de acordo com a Tabela 1 podemos afirmar que ...), não excedendo o limite máximo de 1Mb por imagem.

• No arquivo de texto, a primeira página deve apresentar a seguinte sequência: título em português, resumo, palavras-chave, título em inglês, abstract, keywords, título em espanhol, resumen e palabras clave. Em uma nova página, o texto a ser avaliado.

• Título em português em negrito, com até 10 palavras, com apenas a primeira letra capsulada (caixa alta); Título em inglês em negrito, com até 10 palavras, com apenas a primeira letra capsulada (caixa alta); Título em espanhol em negrito, com até 10 palavras, com apenas a primeira letra capsulada (caixa alta);

• Resumo em português (mínimo de 700 caracteres com espaços e máximo de 1000 caracteres com espaços);

• Resumo em inglês (mínimo de 700 caracteres com espaços e máximo de 1000 caracteres com espaços);

• Resumo em espanhol (mínimo de 700 caracteres com espaços e máximo de 1000 caracteres com espaços);

• Palavras–chave em português: de três a cinco separadas por ponto-e-vírgula. A primeira letra de cada palavra deve estar em caixa alta; Palavras–chave em inglês (Keywords): de três a cinco, separadas por ponto-e-vírgula. A primeira letra de cada palavra deve estar em caixa alta; Palavras-chave em espanhol (Palabras clave): de três a cinco, separadas por ponto-e-vírgula. A primeira letra de cada palavra deve estar em caixa alta;

• Preenchimento obrigatório e completo dos “metadados da submissão”, em português, inglês e espanhol. Para selecionar o metadados em inglês e espanhol, clicar o idioma escolhido no canto superior direito da página de Arquivos Brasileiros de Psicologia.

• Os tópicos, no corpo do texto, devem vir sempre em negrito e os subtópicos sem negrito. Em ambos, apenas a primeira letra deve vir em caixa alta (maiúscula). Não deverá haver nenhum tipo de numeração/marcação para os tópicos e subtópicos.

• Indicar obrigatoriamente, nos metadados, ‘área do conhecimento acadêmico’, palavras-chave e agências de financiamento, se houver.

• No corpo do texto, o itálico deve ser usado apenas para palavras estrangeiras e o negrito para destaque de palavras e títulos de livros, artigos ou textos citados.

Notas(se houver)

Por se tratar de uma revista eletrônica, o recurso “nota de rodapé” do Word só deve ser utilizado em casos relevantes que não caibam na sequência lógica do texto. Serão arroladas em rodapé, numeradas.

Citações

As remissões bibliográficas sem a citação literal devem ser incorporadas ao texto, entre parênteses, seguindo o padrão:

- até dois autores, sobrenome(s) e ano de publicação em todas as citações;

Ex: Dor (1991) ou Ansermet e Borie (2007), (Dor, 1991, p. 35) ou (Dor, 1991, pp.35-37) ou (Ansermet & Borie, 2007, p. 154).

- de três a cinco autores, o sobrenome dos autores é citado na primeira inserção e, da segunda vez em diante, somente o do primeiro autor seguido de "et al." e ano de publicação;

Ex: 1ª citação

Alves Filho, Cerra, Maia, Sacomano Neto e Bonadio (2004)

(Alves Filho, Cerra, Maia, Sacomano Neto, & Bonadio, 2004)


Citações subsequentes

Alves Filho et al. (2004) (Alves Filho et al., 2004)

Nas referências: Alves Filho, A. G., Cerra, A. L., Maia, J. L., Sacomano Neto, M., & Bonadio, P.V. G. (2004). Pressupostos do gerenciamento da cadeia de suprimentos: evidências de estudos sobre a indústria automobilística. Gestão & Produção , 11(3), 275-288.

- com seis autores ou mais, o sobrenome do primeiro autor seguido de "et al." e ano, em todas as citações.

Ex: Costa et al. (2000)

Nas referências bibliográficas, todos os nomes são relacionados.

No caso de citação literal, o trecho deve aparecer entre aspas, com indicação, logo após a citação, da(s) página(s) de onde foi retirado. Trechos com mais de 40 palavras devem ser colocados em bloco separado, sem aspas, nem itálico, com recuo de cinco espaços com relação à margem esquerda.



Referências

Indicar as que constam no texto e somente estas.

As Referências deverão ser relacionadas alfabeticamente, imediatamente após o final do texto, pelos últimos sobrenomes dos autores e cronologicamente por autor, conforme normas da 5a edição do Publication Manual da American Psychological Association (APA), de 2001.

Trabalhos com um único autor deverão vir antes dos trabalhos de autoria múltipla, quando o sobrenome é o mesmo. Em caso de trabalhos em que o primeiro autor seja o mesmo, mas os co-autores sejam diferentes, deverá ser assumida como critério a ordem alfabética dos sobrenomes dos co-autores.

Trabalhos com os mesmos autores deverão ser ordenados por data, vindo em primeiro lugar o mais antigo. Trabalhos com a mesma autoria e a mesma data: acrescentar uma letra minúscula após a data da obra consultada. Ex: (Freud, 1905/1996a), (Freud, 1908/1996b) ou Rogers (1973a), Rogers (1973b).

.Livros e obras tomados na íntegra:

Baudrillard, J. (2002). A troca impossível. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

Chauí, M. (1984). Repressão sexual: essa nossa (des)conhecida. São Paulo: Brasiliense.

Moura, M. L. S., & Correa, J. (1997). Estudo psicológico do pensamento: de W. Wundt a uma Ciência da Cognição. Rio de Janeiro: EDERJ.

Conselho Federal de Psicologia. (Org.). (1988). Quem é o psicólogo brasileiro? São Paulo: Edicon.

Pasquali, L. (Org.). (1999). Instrumentos psicológicos: Manual prático de elaboração. Brasília: LapPam/IBAPP.

.Capítulos de coletâneas:

Frigotto, G. (1998). A educação e a formação técnico-profissional frente à globalização excludente e o desemprego estrutural. In L. H. Silva (Org.), A escola cidadã no contexto da globalização (pp. 218-238). Petrópolis: Vozes.

Grimm, L. G., & Yarnold, P. R. (1995). Introduction to multivariate statistics. In L. G. Grimm & P. R. Yarnold (Orgs.), Reading and understanding multivariate statistics (pp. 1-18). Washington: American Psychological Association.

.Artigos em periódicos científicos:

Mello, S. L. (1992). Classes populares, família e preconceito. Psicologia USP, 3, 123-130.

Andriola, W. B. & Cavalcante, L. R. (1999). Avaliação da depressão infantil em alunos da pré-escola. Psicologia Reflexão e Crítica, 12, 419-428.


.Artigo de revista científica paginada por fascículo: proceder de acordo com o indicado acima, e incluir o número do fascículo, entre parênteses, imediatamente após o número do volume.

.Obra antiga e reeditada em data posterior:

Primeiramente o ano de publicação original, seguido pelo ano da publicação consultada. Ex: Freud (1905/1996).

Nas referências:

Freud, S. (1996). Três ensaios sobre a teoria da sexualidade (Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, Vol. 7). Rio de Janeiro: Imago. (Originalmente publicado em 1905).

Piaget, J. (1973). A linguagem e o pensamento da criança (3a ed., M. Campos, Trad.). Rio de Janeiro: Fundo de Cultura. (Originalmente publicado em 1956)

Observação: no corpo do texto, a notação deve ser a seguinte: Piaget (1956/1973).

.Teses ou dissertações não publicadas

Cusatis Neto, R. (2007). Construção e validação da escala de estressores ocupacionais das linhas de produção. Tese de doutorado não-publicada, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, 180pp.

.Autoria institucional:

American Psychological Association. (2001). Publication manual (5a ed.). Washington: Autor.

.Citações secundárias:

Quando for absolutamente inevitável, pode-se citar um texto contido em outra publicação consultada, sem que o original tenha sido consultado. Neste caso, deve-se citar na seção de Referências apenas a obra consultada e no corpo do texto, indicar autores e datas dos dois textos, conforme o exemplo: "Piaget (1932, citado por Flavell, 1996)".

.Material obtido da internet:

Associação de Moradores de Vila Real (2002).Carta aberta à Prefeitura Municipal. Disponível em http://www.amvr.atas/cartaaberta.html. Acesso em 25 de agosto de 2004.

Precisamos vencer a dengue agora (s/d). Disponível em http://www.ansp.campanhas/saude/docs/. Acesso em 12 de junho de 2005.

Candiotto, C. (2007). Verdade e diferença no pensamento de Michel Foucault. Kriterio, 48(115). Disponível em http://www.scielo.br . Acesso em 16 de janeiro de 2008, doi: 10.1590/S0100-512X 2007000100012.

Instituto Nacional de Câncer. (2003b). Câncer no Brasil: dados dos registros de populacional. Disponível em http://www.inca.gov.br/regpop. Acesso em 22 de fevereiro 2006.

VandenBos, G., Knapp, S. e Doe, J. (2001). Role of reference elements in the selection of resources by psychology undergraduates [Versão electrónica]. Journal of Bibliographic Research, 5: 117-123. Disponível em http://jbr.org/articles.html. Acesso em 13 de Outubro de 2001.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. Certifico que a contribuição é original e referente à psicologia e/ou áreas afins;

  2. Encontro-me ciente de que a contribuição submetida ao Conselho Editorial da Revista, desde que de acordo com as normas para publicação, será submetida a dois membros do Conselho Editorial ou consultores ad hoc para avaliação cega e ciente outrossim de que pequenas alterações ortográficas no texto poderão ser feitas a critério do Conselho Editorial da revista, sem consulta aos autores.;

  3. Na contribuição submetida consta carta assinada por todos os autores, scaneada e anexada no campo ‘documento suplementar’ (verificar em diretrizes para autores o conteúdo que deve conter a carta)?

  4. Na contribuição submetida, no caso de artigos resultantes de pesquisas envolvendo seres humanos e/ou referentes a intervenções (diagnósticas ou terapêuticas) consta a cópia do parecer do Comitê de Ética da Instituição de origem ou outro credenciado junto ao Conselho Nacional de Saúde, de acordo com o que prevê a Resolução 196/96 do referido Conselho? Em textos contendo dados de casos clínicos, consta um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido?

  5. Na contribuição submetida consta, nesta ordem: título em português, resumo, palavras-chave, título em inglês, abstract, keywords, título em espanhol, resumen e palabras clave? Em uma nova página, o texto a ser avaliado?

  6. Na contribuição submetida consta título em português, com até 10 palavras e com apenas a primeira letra capsulada (caixa alta)?

  7. Na contribuição submetida consta título em inglês, com até 10 palavras e com apenas a primeira letra capsulada (caixa alta)?

  8. Na contribuição consta título em espanhol, com até 10 palavras e com apenas a primeira letra capsulada (caixa alta)?

  9. Na contribuição submetida consta resumo em português (mínimo de 700 caracteres com espaços e máximo de 1.000 caracteres com espaços)?

  10. Na contribuição submetida consta resumo em inglês (mínimo de 700 caracteres com espaços e máximo de 1.000 caracteres com espaços)?

  11. Na contribuição submetida consta resumo em espanhol (mínimo de 700 caracteres com espaços e máximo de 1000 caracteres com espaços)?

  12. Na contribuição submetida constam palavras–chave em português: de três a cinco, separadas por ponto-e-vírgula?

  13. Na contribuição submetida constam palavras–chave em inglês: de três a cinco, separadas por ponto-e-vírgula?

  14. Na contribuição submetida constam palavras-chave em espanhol: de três a cinco, separadas por ponto-e-vírgula?

  15. Na contribuição submetida consta o preenchimento obrigatório do ‘metadados da submissão’ em português, inglês e espanhol?

  16. Na contribuição submetida consta texto, sem qualquer identificação de autoria, seja no cabeçalho, seja no corpo do texto, ou nas propriedades do documento, para avaliação pelos consultores?

  17. A contribuição submetida encontra-se rigorosamente de acordo com as normas de publicação exigidas por Arquivos Brasileiros de Psicologia, segundo as Diretrizes do autor, encontradas na seção "Sobre" da Revista?

  18. Certifico que todos os autores do texto submetido estão cadastrados no sistema com seus respectivos dados biográficos.

 

Declaração de Direito Autoral

A aprovação dos textos implica a cessão imediata e sem ônus dos direitos de publicação na Revista Arquivos Brasileiros de Psicologia, que terá a exclusividade de publicá-los em primeira mão. O autor continuará, não obstante, a deter os direitos autorais para publicações posteriores. No caso de republicação dos artigos em outros veículos, recomenda-se a menção à primeira publicação em Arquivos Brasileiros de Psicologia.

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de acesso gratuito, em aplicações educacionais e não-comerciais.

Reprodução parcial de outras publicações

Manuscritos submetidos que contiverem partes de texto extraídas de outras publicações deverão obedecer aos limites especificados para garantir originalidade do trabalho submetido. Recomenda-se evitar a reprodução de figuras, tabelas e desenhos extraídos de outras publicações.

O manuscrito que contiver reprodução de uma ou mais figuras, tabelas e desenhos extraídos de outras publicações só será encaminhado para análise se vier acompanhado de permissão escrita do detentor do direito autoral do trabalho original para a reprodução especificada em Arquivos Brasileiros de Psicologia. A permissão deve ser endereçada ao autor do trabalho submetido. Em nenhuma circunstância Arquivos Brasileiros de Psicologia e os autores dos trabalhos publicados nesta Revista repassarão direitos assim obtidos.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.