O ÁRBITRO DE VÍDEO: POLÍTICA, FUTEBOL E CORPOS EM IMAGENS (EM MOVIMENTO)

Fabio Zoboli, Eduardo Galak, Hamilcar Silveira Dantas Junior

Resumo


A utilização oficial do árbitro de vídeo (VAR) na Copa do mundo de futebol da Rússia 2018 nos faz interpelar algumas questões que nos parecem carecer de arguição. Este ensaio insere-se na polêmica da adoção do VAR no futebol partindo de suas questões corriqueiras com o objetivo de adensar os tipos de questões ontológicas e axiológicas que são demandadas ao futebol frente ao uso desta tecnologia, bem como os desdobramentos das ações tecnológicas sobre o corpo de quem joga, arbitra e assiste, ações estas de intervenção política e estética. Podemos concluir que as justificativas e anseios pela justiça na condução do jogo que alimentam a adoção do VAR tão somente geram novas expectativas e novas demandas tecnológicas. Tal burocratização vai perdendo a dimensão humana imprevisível e passível de erro que caracteriza as práticas esportivas.


Palavras-chave


Futebol. Tecnologia. Política. Estética. Imagens e corpos em movimento.

Texto completo:

PDF

Referências


BÁRTOLO, J. Corpo e sentido: estudos intersemióticos. Portugal/ Covilhã: Livros Lab Com, 2007.

BAUDRILLARD, J. O sistema dos objetos. Buenos Aires: Século XXI Editores. 1988.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL. Regras de Futebol 2017/18. Rio de Janeiro: CBF, 2017.

FEENBERG, A. Tecnologia, modernidade e democracia. Tradução de Eduardo Beira. IN+ inovatec: Lisboa/Portugal. 2015.

FIFA. Todo lo que necesitas saber sobre el VAR. 29 mar. 2018. Disponível em: http://es.fifa.com/worldcup/news/y=2018/m=3/news=todo-lo-que-has-de-saber-sobre-el-var-2935430.html. Acesso em: 15 de abril de 2018.

FIFA oficializa regras com VAR, mudanças no impedimento e ‘mordida' como falta direta. ESPN, 8 de maio de 2018. Disponível em: http://www.espn.com.br/futebol/artigo/_/id/4283155/fifa-oficializa-regras-com-var-mudancas-no-impedimento-e-mordida-como-falta-direta. Acesso em 8 de maio de 2018.

FOLHA DE SÃO PAULO. Com o VAR, troca-se a dinâmica pelo aborrecimento:

Paralisações nas partidas deverão causar irritação e bocejos nos espectadores. 20 abr. 2018. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/esporte/2018/04/com-o-var-troca-se-a-dinamica-pelo-aborrecimento.shtml. Acesso em: 25 de abril de 2018.

FOUCAULT, M. Vigiar e Punir: história da violência nas prisões. 22. ed. Petrópolis, RJ: Vozes. 2001.

GALIMBERTI, U. Psiche e techne: o homem na idade da técnica. Tradução de José Maria de Almeida. São Paulo: Paulus, 2006.

GARGANTA, J.; GREHAIGNE, J. F. Abordagem sistêmica do jogo de futebol: moda ou necessidade? Movimento, Porto Alegre, n. 10, p. 40-50, 1999.

MAUSS, M. As Técnicas Corporais. In: Mauss, Marcel. Sociologia e Antropologia. São Paulo: EPU/EDUSP. 1974.

MILNER, J-C. Por una política de los seres hablantes: breve tratado político II. -- l ed. - Olivos: Grama Ediciones. 2013.

MONACO, L.A. VAR coloca FIFA e UEFA em lados opostos. Chuteira FC. - Carta Capital. 27 fev. 2018. Disponível em: http://chuteirafc.cartacapital.com.br/var-fifa-uefa-lados-opostos/ Acesso em: 15 de abril de 2018.

ORTEGA, F. Corporeidade e biotecnologias: uma crítica fenomenológica da construção do corpo pelo construtivismo e pela tecnobiomedicina. Ciência & Saúde coletiva, v. 12, n.2, p. 381-388, 2007.

PARENTE, D. Del órgano al artefacto: acerca de la dimensión biocultural de la técnica. 1 ed. La Plata: Universidad Nacional de La Plata, 2010.

RANCIÈRE, J. O espectador emancipado. SãoPaulo: Martins Fontes, 2012.

RIBAS, L. V. O mundo das Copas: as curiosidades, os momentos históricos e os principais lances do maior espetáculo do esporte mundial. São Paulo: Lua de Papel, 2010.

SARTI, G. C. El mito de la vida artificial en la literatura y el cine. Buenos Aires: Editorial de la Faculdad de Filosofía y Letras UBA, 2012.

USHINOHAMA, T. Z. Comparação da narrativa audiovisual da transmissão direta e “ao vivo” da Copa do Mundo da FIFA na televisão analógica e digital. 2014. 123 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) -- Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.