ANÁLISE DA POTÊNCIA ANAERÓBIA DE JOGADORES DE FUTEBOL DE TRÊS CATEGORIAS, POR MEIO DO “TESTE DE VELOCIDADE PARA POTÊNCIA ANAERÓBIA” (TVPA) do RUNNING BASED ANAEROBIC SPRINT TEST (RAST).

Ídico Luís Pellegrinotti, José Francisco Daniel, Flávia de Brito Lira Cielo, Cláudia Regina Cavaglieri, João Bartholomeu Neto, Maria Imaculada Lima Montebelo, Marcelo de Castro Cesar

Resumo


O propósito deste estudo foi comparar a potência anaeróbia máxima (PAM), potência média (PM) e índice de fadiga (IF) de jogadores de futebol das categorias (grupo) profissional (GP), juniores (GJr) e juvenil (GJv), por meio do teste TVPA -- RAST. Utilizou-se 84 atletas subdivididos: 26 no profissional, 33 no juniores e 25 no juvenil, realizado em um campo de futebol demarcado com espaço de 35 metros padronizado. O desenvolvimento do teste consistiu em seis corridas de máxima velocidade, com descanso de 10 segundos entre um esforço e outro. Os dados foram calculados em valores relativos. O tratamento estatístico para análise, programa SPSS 7.5. Os resultados foram: GP PAM 12,15À1,16watts/kg, PM 10,39À0,94watts/kg, IF 27,05À8,12%; GJr PAM 11,06À1,18watts/kg, PM 9,32À0,80watts/kg, IF 31,46À8,38%; GJv PAM 9,54À0,81watts/kg, PM 7,64À0,56watts/kg, IF 34,44À6,12%. A PAM e a PM no GP foram superiores quando comparados com GJr e GJv; o IF foi inferior quando comparado com as duas categorias. O GJR apresentou as variáveis PAM e PM inferiores em relação ao GP e superiores em relação ao GJv; para o IF o resultado foi melhor no GP e significativo quando comparado ao GJv. Ao GJv apresentou resultados inferiores às duas categorias para a PAM e PM e o resultado pior para IF comparadas duas categorias. A potência anaeróbia nestes jogadores aumentou da categoria juvenil à profissional.

Palavras-chave


Teste em Futebol, Teste Anaeróbio e Avaliação Física

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.