AVALIAÇÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

Tamires Alvarado de Freitas, Luiz Gustavo Bonatto Rufino, Alexander Klein Tahara, Suraya Cristina Darido

Resumo


O objetivo desse estudo qualitativo foi analisar a implementação de um programa de práticas corporais de aventura (PCAs) nas aulas de Educação Física em uma escola. Avaliou-se as opiniões do professor de Educação Física e dos seus alunos envolvidos no processo, por meio de entrevista semiestruturada e questionário aberto, respectivamente. Os resultados demonstram que o processo foi importante por apresentar um novo conteúdo possível de ser desenvolvido nas aulas, uma vez que os alunos e o professor comentaram que desconheciam até então as PCA, mas ao mesmo tempo mostraram-se bastante motivados. Como dificuldades, os participantes salientaram a escassez de materiais na escola e falta de espaço físico adequado para a execução das práticas, mas consideram que as PCAs apresentam possibilidades de inserção no contexto escolar, mesmo que  de maneira adaptada, por ser uma manifestação que faz parte da cultura corporal de movimento. Concluiu-se que o processo permitiu uma ampliação de conteúdos desenvolvidos nas aulas e  oportunizou vivências significativas que, ao serem democratizadas, podem tornar outros processos semelhantes igualmente significativos.

 

Palavras-chave: Educação Física escolar. Conteúdos curriculares. Práticas Corporais de Aventura.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.