Construyendo la legitimidad: Esperas y argumentos morales en la toma del Parque Indoamericano de la Ciudad de Buenos Aires

Mariano D. Perelman

Resumo


Este artículo realiza una aproximación a los modos en que un grupo de personas que tomaron el Parque Indoamericano de Buenos Aires construyeron el proceso como un modo legítimo a la posibilidad de acceder a una vivienda. Se indaga en los sentidos que adquieren las prácticas y las maneras en que las personas las justifican. Se argumenta que la construcción de la toma como legítima no sólo está basada en las motivaciones “previas”. En los meses posteriores a la ocupación una serie de discursos y prácticas se fueron (re)construyendo y emergiendo como argumentos morales que justificaban la legitimidad y que terminaron por configurar a la toma como un modo aceptado de acceso al suelo.

 

Este artigo analisa como um grupo de pessoas que tomou o Parque Indoamericano de Buenos Aires, Argentina, construiu o processo de ocupação como um modo legítimo de acesso à moradia. O texto se volta para os sentidos que as práticas adquirem e as maneiras pelas quais as pessoas as justificam. Argumenta-se que a construção da ocupação como legítima não é baseada somente em motivações “prévias". Nos meses que se seguiram à ocupação uma série de discursos e práticas foram sendo (re)construídos e emergiram como argumentos morais que justificavam a legitimidade e que acabaram por configurar a ocupação como um modo aceito de acesso ao solo.

Palavras-chave: ocupação de terras, legitimidade, Buenos Aires, pobreza urbana, espera

 

Building Legitimacy: Waits and Moral Arguments in the Occupation of the Indoamericano Park in Buenos Aires examines the ways in which a group of people that occupied the Indoamericano Park in Buenos Aires, Argentina, built the process as a legitimate way of access to housing. The text investigates the senses that practices acquire and the ways in which people justify them. It is argued that the construction of the occupation as legitimate is not based only on “previous” motives. In the months that followed the occupation a series of discourses and practices were (re)built, emerging as moral arguments that justified legitimacy and which eventually shaped the occupation as an accepted mode of access to land.

Keywords: land occupation, legitimacy, Buenos Aires, urban poverty, waiting


Palavras-chave


tomas de tierras, legitimidad, Buenos Aires, pobreza urbana, espera

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

      

APOIO: 

SCImago Journal & Country Rank