Conflito urbano e comércio informal: Quadros da repressão e da tolerância aos camelôs na cidade do Rio de Janeiro (1983-2009)

Hernán Armando Mamani

Resumo


O artigo busca compreender os quadros sociais que explicaram e justificaram a expansão, a tolerância e a repressão no comércio informal no Centro do Rio de Janeiro entre 1983 e 2009. Com base em uma “cartografia” de notícias do jornal O Globo entre estes anos pretende-se identificar as arenas, conjunturas, atores e repertórios utilizados e reconhecer, na imprensa, termos e enquadramentos duráveis do conflito entre comerciantes e ambulantes, buscando identificar aqueles que predominam na definição da situação e sua mudança. As análises dispõem-se cronologicamente identificando a eclosão do problema (1983), sua estabilização no incentivo aos “camelódromos” (1984) e sua rotinização (1994). Em um segundo momento, trata da associação do comércio informal à “pirataria” (1999), à desordem urbana e à ilegalidade (2009).

 

This article Urban Conflict and Informal Trade: Frames from the Repression and the Tolerance Towards the Camelôs in the City of Rio de Janeiro (1983-2009) seeks to understand the social frames which explained and justified the expansion, the tolerance and the repression towards the informal trade in downtown Rio de Janeiro between 1983 and 2009. Based on a "cartography" of news assembled from the Brazilian newspaper O Globo between these years, the article intends to identify the arenas, conjunctures, actors and repertoires employed and recognize, in the press, durable terms and frameworks from the conflict between traders and street vendors, seeking to identify those who predominate in defining the situation and its change. The analysis, which was arranged chronologically, identifies the outbreak of the issue (1983), its stabilization through the incitation of "camelódromos"(1984), and its routinisation (1994). This article addresses the subject of informal trade's association to "piracy" (1999), to urban disorder and to illegality (2009).

Keywords: popular markets, informal trade, conflict, urban order, crime


Palavras-chave


mercados populares, comércio informal, conflito, ordem urbana, crime

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

      

APOIO: 

SCImago Journal & Country Rank