Challenges of the Transitional Justice in the Periphery: Lessons from Nueva Venecia Slaughter

Juan Pablo Sarmiento

Resumo


Em 2005, o governo de Álvaro Uribe aprovou a Lei de Justiça e Paz (no 975/2005) e 40 leis adicionais para desmobilizar grupos armados fora da lei atuando na Colômbia, mas apenas as autodefensas, grupos violentos de direita, foram desmobilizadas. Essa lei, que visava reintegrar membros de grupos armados fora da lei à vida civil, estabeleceu “sanções alternativas” e conferiu à contrainsurgência das autodefensas uma natureza política. Desafios da justiça transicional na periferia: Lições do massacre de Nueva Venecia argumenta que, apesar do desenvolvimento de instrumentos legais relacionados aos direitos das vítimas e à justiça transicional, o Estado colombiano não conseguiu reparar e restaurar a dignidade da população estudada.

Palavras-chave


massacre de Nueva Venecia, conflito armado interno colombiano, justiça transicional, Lei de Justiça e Paz

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.17648/dilemas.v14n2.31576

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

               

APOIO: