Violência conjugal: Uma análise exploratória das potencialidades dos surveys de vitimização

Keli Rodrigues de Andrade

Resumo


Este trabalho visa contribuir para a discussão sobre a produção de surveys de vitimização no Brasil, com base na análise de violência doméstica-conjugal nas pesquisas de Vitimização de Belo Horizonte/2002 e Belo Horizonte e Região Metropolitana/2006. Discutem-se as possibilidades e as limitações do instrumento para contribuir com o aperfeiçoamento e a consolidação do método. Além disso, busca-se apreciar como a não determinação a priori das mulheres como vítimas pode contribuir para a análise da violência conjugal.

 

The article Marital violence: an explanatory analysis of the potentialities of the surveys on victimization aims to contribute to the discussion on surveys on victimization in Brazil, based on the analysis of home-marital violence in two surveys applied in Brazilian state of Minas Gerais in 2002 and 2006. We intend to discuss the possibilities and limitations of this tool. Besides, we try to judge the way the non-determination of women as a priori victims helps the debate about marital gender violence.


Palavras-chave


violência conjugal de gênero, surveys de vitimização, cifra oculta, Belo Horizonte

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO:    

SCImago Journal & Country Rank