Os controles de identidade na França: Um instrumento de discriminação?

René Lévy, Fabien Jobard

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar os resultados de uma investigação in situ, no contexto francês, relativa à s pessoas visadas pela ação policial conhecida como controle de identidade, a abordagem de pessoas no espaço pú blico com a exigência de apresentação de documentos. Tal análise leva em conta a acusação de que essa prática é pautada por uma “caracterização é tnica” ou “racial”, definindo uma forma discriminatória. Para tanto, duas principais questões de pesquisa foram enfrentadas: (a) a construção de uma população de referência à qual pode ser comparada a população controlada; e (b) a observação direta e sistemática dos controles de identidade.

 

This article aims to present an investigation in situ of the people aff ected by the French police practice known as ID demand, that is, the demand for papers in the streets. Such analysis takes into consideration the accusation that the police action is guided by an ‘ethnical or racial profi ling' that constitutes a discriminatory practice in relation mainly to the population looking immigrant. Two main issues have been faced by this research: a) the construction of a referential population to which the controled group can be compared. And b) the direct and systematic observation of the ID demand.


Palavras-chave


controle de identidade, ação policial, caracterização é tnica, França, discriminação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

               

APOIO: