A entrada do direito na resolução de um conflito ambiental

Gustavo Villela Lima da Costa

Resumo


Este artigo aborda alguns dos efeitos sociais da criação de uma Unidade de Conservação sobreposta ao povoado do Aventureiro, na Ilha Grande, RJ. A partir de uma pesquisa etnográfica (2002-2008), observamos na prática como se exerce o poder tutelar por meio da gestão personalizada do funcionário-residente do órgão ambiental. Observamos como os laços pessoais entre o funcionário e os moradores foram rompidos e como, diante dessas duas esferas de prestígio, deu-se a perda da reputação do funcionário.

 

The advent of the law in the resolution of an environmental dispute: Personalized management of a Conservation Unit at the Praia do Aventureiro addresses some of the social eff ects of creating an environmental Conservation Unit, which extends over the Aventureiro community, on Ilha Grande, RJ. Drawing on ethnographic research (2002-2008), we observed how in practice the tutelary power is exercised through the personalized management of the environmental agency resident employee. We could verify how the personal ties between the employee and the residents were ruptured and how, in the light of these two domains of prestige, the employee's reputation was lost.


Palavras-chave


direito, conflito ambiental, administração pública

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO:    

SCImago Journal & Country Rank