O sobe e desce das taxas de homicídios na Região Metropolitana de Belo Horizonte: Armas de fogo, drogas e políticas de segurança pública

Marco Antônio Couto Marinho, Luciana Teixeira Andrade

Resumo


O artigo visa, através do diálogo com a literatura especializada e dados do Ministério da Saúde, à análise de determinados fatores sociais e políticos sobre as oscilações na taxa de homicídio na Região Metropolitana de Belo Horizonte entre 1998 e 2007. Analisamos fatores como o aumento das mortes decorrentes do uso de armas de fogo; a possível influência do crack; a vitimização juvenil; políticas públicas preventivas, como o programa Fica Vivo, e de cunho repressivo, como a ampliação do sistema penitenciário. E, por fim, explora-se o modo como a metropolização incide sobre a distribuição espacial do homicídio.

 

The Rising and Falling Homicide Rates in the Metropolitan Region of Belo Horizonte: Firearms, Drugs and Public Security Policies draws on specialist literature and official numbers to review certain social and political factors related to the fluctuations in the murder rate in the Metropolitan Region of Belo Horizonte between 1998 and 2007. We assessed factors such as the increased number of deaths resulting from firearms, the possible influence of crack, juvenile victimisation, and public preventive and repressive policies. Finally, there is an examination of how metropolitanization overlaps the spatial distribution of homicides.

Key words: homicide, metropolitan region, Belo Horizonte, public security


Palavras-chave


homicídio, Região Metropolitana, Belo Horizonte, segurança pública

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO:    

SCImago Journal & Country Rank