O ‘problema público' da maconha no Brasil: Anotações sobre quatro ciclos de atores, interesses e controvérsias

Marcílio Dantas Brandão

Resumo


Abordando interesses econômicos do período colonial brasileiro, este artigo trata, inicialmente, da introdução e disseminação da maconha no país. Em seguida, aborda argumentos médico­-científicos, jurídicos e de segurança que, desde 1830, justificam estratégias repressivas e, parado­xalmente, contribuem para aumentar a atenção e diversificar interesses. A emergência de mobiliza­ções favoráveis à abolição de penas decorrentes de transações com maconha é o último aspecto abordado no artigo, para elaborar uma síntese de quatro ciclos de atenção, destacando a ampliação das controvérsias e postulando a consolidação do tema como um “problema público”.

 

Focusing on economic interests during the period of colo­nial Brazil, the article The ‘Public Problem' of Cannabis in Brazil: Notes on Four Cycles of Actors, Interests and Controversies initially addresses the introduction and dissemination of cannabis in the country. Next it consid­ers the arguments based on reasons of medical science, law and security that have been used since 1830 to justify repressive strategies and, paradoxically, have contributed toward heightening attention and diversifying interests. The emergence of movements for decriminalizing transac­tions involving cannabis is the final aspect addressed in the article, whereby a summary of four cycles of attention is de­veloped, highlighting the growth of controversies and pos­tulating the consolidation of the topic as a “public problem”.

Keywords: marijuana, economy, science, security, freedom


Palavras-chave


maconha, economia, ciência, segurança, liberdade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO: