‘O morro está na calmaria': Mídia impressa e o repertório da paz no contexto da pacificação

Lia de Mattos Rocha, Luís Claudio Palermo

Resumo


O artigo discute, usando matérias do jornal O Globo publicadas entre novembro de 2008 e fevereiro de 2009, que significados o termo “paz” e seus correlatos adquirem no contexto da instalação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) em duas favelas cariocas. Objetivamos compreender como se reestrutura a “gramática da violência urbana”, que identificava as favelas com fontes do crime que afeta a cidade, a partir da incorporação do que chamamos de “repertório da paz”, que representa as favelas como lugares “tranquilos” ou “em paz”. Discutimos ainda como tal modificação semântica conforma os sentidos atribuídos ao atual projeto de “pacificação”.

 

The article ‘All Quiet in the Slum': Printed Press and the Repertoire of Peace in the Context Of Pacifi­cation uses newspaper articles published in O Globo between November 2008 and February 2009 to discuss the meanings acquired by the word “peace” and asso­ciated terms in the context of the implementation of Pacification Police Units (UPPs) in two Rio de Janeiro favelas. We aim to understand how the “grammar of ur­ban violence”, in which favelas are identified as sources of crime that affects the city, is restructured by incor­porating what we call a “repertoire of peace”, represent­ing favelas as “calm” or “peaceful” places. We also discuss how such a semantic modification shapes the mean­ings attributed to the current “pacification” project.

Keywords: urban violence, segregation, mass media, favelas, pacification


Palavras-chave


violência urbana, segregação, mídia, favelas, pacificação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO: