La trama identitária del conflicto socioambiental en perspectiva psico-política: El caso de tres organizaciones de Córdoba, Argentina (2012)

Renzo Aghemo, Ana Pamela Paz García, Débora Imhoff

Resumo


Explora-se a identidade política de três organizações sócio-ambientais de Córdoba (Argentina). Como parte de um desenho exploratório qualitativo, entrevistas em profundidade foram realizadas com seus membros, estruturadas por uma guia que incluiu dimensões da identificação endogrupal e a diferenciação exogrupal. Os resultados destacam o conteúdo contra-hegemônico consubstanciado na ação de tais organizações e suas características identitárias associadas com uma gramática moral que implica o respeito pela liberdade, autonomia, igualdade, democracia de alta intensidade, horizontalidade e solidariedade.

 

The article The Identity of Social-Environmental Con­flict in a Psycho-Political Perspective: The Case of Three Organizations in Córdoba, Argentina (2012) explores the political identity of three socio-environmental organizations in Córdoba, Argentina. As part of a qualitative exploratory approach, in-depth interviews were conducted with its members, structured by a guide that included di­mensions of the inbreeding identification and the exogrupal differentiation. The results highlight the counter-hegemonic content embodied in the action of such organizations and their identity characteristics associated with a moral gram­mar that implies respect for freedom, autonomy, equality, high intensity democracy, horizontality and solidarity.

Key words: social-environmental conflict, environment, political identity, socio-environmental organizations, political psychology


Palavras-chave


conflito socioambiental, ambiente, identidade política, organizações socioambientais, psicologia política

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

               

APOIO: