Vínculos territoriales y experiencias de inseguridad en estados de confiabilidad incierta

Alejandro Isla, Daniel Míguez

Resumo


Em várias regiões da América Latina, experiências e percepções de insegurança tornaram-se um dos epicentros a partir dos quais se configuram representações do Estado, práticas sociais e formas específicas de relação social. Com base em dados produzidos por um survey e de materiais coletados por meio de pesquisa etnográfica, analisamos esses processos de configuração a partir da observação da dinâmica de interação que têm lugar em redes sociais territoriais em enclaves urbanos pobres da Argentina e as formas como órgãos públicos e episódios de vitimização nelas se inscrevem.


In several regions of Latin America, experiences and perceptions of insecurity have become one of the epicentres for forming representations of the State, social habits and specific forms of the social relation. Based on data produced by a survey and materials gathered through ethnographic research, Territorial Connections and Experiences of Insecurity in States of Uncertain Reliability analyze these processes of configuration in view of the interactive dynamic found in territorial social networks in poor urban areas of Argentina and how the public authorities and episodes of victimization become involved.

Keywords: Argentina, Latin America, insecurity, uncertain reliability, territorial connections


Palavras-chave


Argentina, América Latina, insegurança, confiabilidade incerta, vínculos territoriais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO:    

SCImago Journal & Country Rank