Os Relatórios de Desenvolvimento Humano (RDHs/PNUD/ONU) entre 2000 e 2005 e os processos que geram a insegurança humana

Maria José de Rezende

Resumo


Ao exporem o agravamento mundial das condições de pobreza extrema, desigualdades, violências, abandono, exclusão, inacessibilidade à saúde, educação, habitação adequada e trabalho decente, os elaboradores dos Relatórios de Desenvolvimento Humano (RDHs) têm indicado a necessidade de trazer o debate sobre segurança para um plano distinto daquele que a situa somente no âmbito dos riscos e perigos atinentes a criminalidades, belicosidades e militarização de políticas e fronteiras. Por meio de uma pesquisa documental, o artigo verifica de que segurança humana falam os RDHs e de que maneira ela aparece associada às propostas de desenvolvimento humano.

 

By exposing the global worsening of extreme poverty, inequality, neglect, exclusion, lack of access to health and education, adequate housing and decent work, the developers of the Human Development Reports (HDRs) have indicated the need to bring out the debate on security to a distinct plan from that which situates it only in the context of the risks and dangers relating to criminality, bellicosities and militarization of policies and boundaries. By means of a documentary research, The Human Development Reports (RDHs/PNUD/ONU) between 2000 and 2005 and the processes that generate human insecurity asks which human security do the HDRs talk about and how it appears associated with the human development proposals.

Keywords: human development, human security, poverty, inequalities, vulnerabilities


Palavras-chave


desenvolvimento humano, segurança humana, pobreza, desigualdades, vulnerabilidades

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

          

APOIO: 

SCImago Journal & Country Rank