DECLARAÇÃO PELA EMERGÊNCIA: POR UM PROJETO COMUM

Victor Fiori Augusto, Pedro Luiz Stevolo

Resumo


O objetivo deste texto é buscar a possibilidade de um projeto político comum a partir das reflexões políticas de Antonio Negri, Michael Hardt e Vladimir Safatle. Para tanto, nossas investigações têm como base os textos Declaração – isto não é um manifesto (2012), de Hardt e Negri, e Quando as ruas queimam: manifesto pela emergência (2016), de Safatle, e procuramos analisar alguns dos conceitos encontrados nesses livros a fim de realizarmos o nosso intento.


Palavras-chave


Declaração; Manifesto; Hardt e Negri; Safatle; Comum.

Texto completo:

PDF

Referências


BORGES, Mariana T.; OLIVEIRA, Laura S. L.; PINHEIRO, Hyury. (2019) “‘Anota aí: eu sou ninguém’: entrevista com Vladimir Safatle”. Idéias, Campinas, SP, v. 10, p. 1-38.

DE MORAES, Wallace (2018). 2013 – Revolta dos Governados: ou, para quem esteve presente, revolta do vinagre. Rio de Janeiro: WSM Edições.

FONSECA, Thiago Silva Augusto da. (2015) Hardt, Negri e a organização do desejo. 220 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo, São Paulo.

HARDT, Michael & NEGRI, Antonio. (2001) Império. Tradução de Berilo Vargas. 2ª edição. Rio de Janeiro: Record.

_________. (2005) Multidão. Tradução de Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Record.

_________. (2012a) Declaration. New York: Argo Navis Author Services.

_________. (2012b) Questo non è un manifesto. Traduzione di Stefano Valenti. Milão: Giangiacomo Feltrinelli Editore.

_________. (2014) Declaração – Isto não é um manifesto. Tradução de Carlos Szlak. São Paulo: n-1 edições.

_________. (2016) Bem-estar comum. Tradução de Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Record.

_________. (2018) Assembly: a organização multitudinária do comum. Tradução de Jefferson Viel e Lucas Carpinelli. São Paulo: Editora Filosófica Politeia.

MARINO, Mario & SANTIAGO, Homero. (2019). “Antonio Negri revisita seu livro ‘A anomalia selvagem’”. Cadernos Espinosanos, (41), p. 379-390.

NEGRI, Antonio. (2009) “Para uma definição ontológica da multidão”. Lugar comum. Estudos de mídia, cultura e democracia, n. 19-20, p. 15-26.

SAFATLE, Vladimir (2016a) “O Brasil na era dos esgotamentos da imaginação política. Uma nação de zumbis que têm na melancolia seu modo de vida. Entrevista especial com Vladimir Safatle”. IHU Unisinos. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/entrevistas/556554-o-brasil-na-era-dos-esgotamentos-da-imaginacao-politica-uma-nacao-de-zumbis-que-tem-na-melancolia-seu-modo-de-vida-entrevista-especial-com-vladimir-safatle. Acesso em 18 de janeiro de 2020.

_________. (2016b) Quando as ruas queimam: manifesto pela emergência. Série Pandemia. São Paulo: n-1 edições.

_________. (2018) Um dia, esta luta iria ocorrer. Série Pandemia. São Paulo: n-1 edições.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Estudos Libertários

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.