Orhan Pamuk: a cidade e o ensaio

Luciana Barboza

Resumo


Orhan Pamuk dirá que a ocidentalização da Turquia, com o fim do império turcootomano, inaugura uma nova categoria à proposição: seria possível, desde aí, buscar o pitoresco e o exótico do Oriente das famosas páginas Ocidentais, ao mesmo tempo em que a memória mediaria a relação autêntica do nativo com a cidade. O novo olhar proporcionaria a comparação dos dois distintos modos de se relacionar com a cidade e, até, uma possível combinação entre ambos. Assim, este livro, do prêmio Nobel de 2006, terá Istambul como busca, a cidade em seus múltiplos espaços, por entre o olhar do sujeito que nasceu e viveu ali, como o caso do autor, combinado ao de tantos viajantes, que organizaram suas recordações, papéis, anotações para construir um texto em que a cidade conseguisse se manifestar.

Texto completo:

PDF

Referências


AUERBACH, Erich. Mimeses -- A representação da realidade na literatura ocidental. Trad. George Bernard Sperber. São Paulo: Perspectiva, 1976.

BENJAMIN, Walter. “O regresso do flâneur”. In.: Obras reunidas de Walter Benjamin. Org. João Barrento. Assírio&Alvim, 2006.

_________________. “A crise do romance”. In.: Magia e técnica, arte e política. Trad. Sergio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1994.

CORBUSIER, Le. A viagem do Oriente. Trad. Paulo Neves. São Paulo: Cosac&Naify, 2007.

FLAUBERT, Gustave. “Letter for his mother, 15/12/1850”. In.: The Letters of Gustave Flaubert -- 1830-1857. v.1. trad. Francis Steegmuller. Ed. Belknap Press of Harvard University Press, 1980.

FLAUBERT, Gustave. Madame Bovary. Trad. Fúlvia Moretto. São Paulo: Nova Alexandria, 2007.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Tristes Trópicos. Trad. Rosa Freire de Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

LUKÁCS, Georg. “Sobre a essência e a forma do ensaio: Uma carta a Leo Popper.”. Trad. Mário Luiz Frungillo. Revista UFG, 2008.

MONTAIGNE, Michel de. “Dos canibais”. In.: Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1991.

PAMUK, Orhan. Istambul -- memória e cidade. Trad. Sérgio Flaksman. São Paulo: Companhia das Letras, 2007. p. 110. PORTELA, Eduardo. Homem, cidade, natureza. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2012.

MAGRIS, Claudio. Danúbio. Trad. Elena Grechi e Jussara de Fatima Ribeiro. Rio de Janeiro: Rocco, 1992.

MERLEAU-PONTY, Maurice. O Olho e o Espírito. trad. Luis Manuel Bernardo. Lisboa: Vega, 2002.

NERVAL, Gerard de. Aurelia. Trad. Élide Valarini. São Paulo: Ícone, 1986.

________________. Voyage em Orient. Paris: Garnier-Flammarion, 1980.

SAID, Edward. Orientalismo. trad. Rosaura Eichenberg. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.