SE EU FOSSE MULHER...

José Luis Mendonça

Resumo


Se eu fosse mulher, não aceitaria flores pelo dia 8 de Março. Ia querer flores todos os dias. Flores que não custam dinheiro nenhum. Ia pedir a flor que vem dentro duma palavra de afecto, dum sorriso franco, de um toque de carinho, a flor que desabrocha dentro da descoberta comum de um novo programa de gestão doméstica, a flor da reconciliação fora da cama, a flor do reconhecimento pelo trabalho de muitos anos em prol da família, do Estado, da empresa, da comunidade e, sobretudo, ia exigir a flor do diálogo permanente na base do respeito mútuo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.35520/mulemba.2010.v2n2a4699

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Mulemba

Indexadores e bases bibliográfcias:
Periódicos Capes Latindex Diadorim EZB Google Acadêmico  DRJI  Livre Base  Sudoc Worldcat HNU  InfoGuide 


Licença Creative Commons
A Revista Mulemba utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.