REPRODUÇÃO E ALIMENTAÇÃO DE ALGUMAS ESPÉCIES DE PEIXES DA LAGOA RODRIGO DE FREITAS, RIO DE JANEIRO

José V. Andreata

Abstract


O artigo tem como objetivo analisar os aspectos reprodutivos de Poecilia vivipara; Jenynsia multidentata;Phalloptychus januarius; composição e distribuição espacial do ictioplâncton; aspectos da alimentação de Jenynsia multidentata e Geophagus brasiliensis,considerados bento-pelágicos. Foram identificadas 73% de fêmeas e 27% de machos de Poecilia vivipara. Os fetos apresentaram 4 estágios diferentes de desenvolvimento embrionário. O 1o estágio apresentou embriões menos desenvolvidos e envoltos por vitelo, não sendo possível ainda observar nenhuma característica específica; o 2º estágio apresentou fetos maiores, com uma menor camada de vitelo, observando-se pequenos olhos; no 3º, os fetos já se situavam fora da camada de vitelo, com a formação das nadadeiras; no 4º, os fetos eram bem maiores do que a camada de vitelo, observando-se as nadadeiras e pigmentações características da espécie. A maioria dos fetos analisados estava no primeiro estágio de maturação embrionária, possivelmente por esta ser a fase mais elaborada, onde os fetos estavam intimamente ligados à mãe e com uma larga camada de vitelo. Jenynsia multidentatase reproduz durante todo o ano, a primeira maturação ocorreu com 32mm, os embriões apresentaram quatro fases de desenvolvimento até o nascimento e a partir dos 13mm já se observa o dimorfismo sexual. Phalloptychus januariusa 1ª maturação foi observada a partir de 19mm de comprimento total. A abundância relativa por área de coleta foi de 14,91% na área 1, 36,96% na 2, 20,49% na 3 e 27,64% na 4. Os embriões apresentaram quatro estágios diferentes de desenvolvimento: o 1o com 41%, o 2o com 15%, o 3o com 25% e o 4o com 19%. As famílias de ictioplâncton encontradas foram de Atherinidae, Blenniidae, Clupeidae, Engraulidae, Gerreidae, Gobiidae, Mugiidae, Sciaenidae e Achiridae. Jenynsia multidentataapresentou no estômago 60,14% de matéria orgânica, 26,04% de Naviculaspp., 3,38% de Cladophora, 1,72% de Polychaeta, 1,16% de ovos, 1 ,04% de Pleurosigmasp., 0,83% de Chroococcus, 0,77% de Enteromorpha, 0,74% de Amphora, Ectocarpusfragmentos de insetos e de microcrustáceos, Terpsinoe, Psychodidae, alevinos,  Coscinodiscussp., Cocconeis, cracas, nauplio, Gomphonema, Isopoda, Amphipoda, Chilopoda e Ephidridae. Os itens alimentares no estômago dos peixes bentônicos foram matéria orgânica particulada, ovos, poliquetas, algas e cristais de quartzo.

Keywords


peixes; reprodução; alimentação; ictioplâncton; lagoa.

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Locations of visitors to this page
  

We are also in Facebook! Like our fan page on

(www.facebook.com/OecologiaAustralis)

 

ISSN 2177-6199