O TERCEIRO LIVRO DAS GEÓRGICAS E A ESTRUTURA DO POEMA

Autores

  • Matheus Trevizam

Palavras-chave:

Geórgicas, estrutura, Livro III, alternância tonal, delimitação de partes textuais

Resumo

Neste artigo, examinamos o papel do Livro III das Geórgicas de Virgílio na estrutura do poema, por isso entendendo sua função como parte articulada a outras no funcionamento geral do texto. Dessa maneira, julgamos que esse Livro do poema didático de Virgílio contribui com o caráter “pessimista”, inclusive mostrado pela assustadora digressão da “Peste Nórica”, para a continuidade do quadro de alternância tonal do todo da obra. Além disso, como apresenta várias marcas formais e funcionamentos afins aos do Livro I, aquele de abertura das Geórgicas, configura-se estruturalmente também como uma espécie de recomeço no interno da obra, separando sua parte zoológica – Livros III e IV – da parte botânica dos Livros I e II.

Downloads

Publicado

2020-07-24

Como Citar

TREVIZAM, Matheus. O TERCEIRO LIVRO DAS GEÓRGICAS E A ESTRUTURA DO POEMA. PHOÎNIX, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 91–107, 2020. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/phoinix/article/view/34613. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos