POLIFONIA EM AETNA, POEMA DIDÁTICO ROMANO

Autores

  • Matheus Trevizam Professor associado de Língua e Literatura latina na Fale-UFMG (Belo Horizonte/MG). Faz Pós-doutorado no Departamento de Linguística do IEL-Unicamp, sob a supervisão do prof. Dr. Paulo Sérgio de Vasconcellos e com o projeto de pesquisa: “A polifonia no poema Aetna: estudo e tradução”. http://orcid.org/0000-0002-1744-3380

DOI:

https://doi.org/10.26770/phoinix.v26.1n06

Palavras-chave:

polifonia, poesia didática, epicurismo, estoicismo, deuses.

Resumo

Neste artigo, desejamos comentar o aspecto da “polifonia” (aqui entendida como multiplicidade de “vozes”) em Aetna, poema didático escrito no início do Período imperial romano. Seguindo análises que têm mostrado elementos estoicos e epicuristas na obra, procuramos demonstrar que sua tessitura filosófica não é uniforme. Também se comenta a questão de como a “polifonia” se reflete nas imagens que dizem respeito aos deuses.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2020-08-04

Como Citar

TREVIZAM, Matheus. POLIFONIA EM AETNA, POEMA DIDÁTICO ROMANO. PHOÎNIX, [S. l.], v. 26, n. 1, p. 106–121, 2020. DOI: 10.26770/phoinix.v26.1n06. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/phoinix/article/view/37166. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos