Construções epistemológicas e o papel do sujeito ativo no processo da informação a partir da competência crítica em informação: uma análise de caso

Autores

  • Anderson Matheus Alves Arruda
  • Adriana Lopes Alves

DOI:

https://doi.org/10.47681/rca.v4i2.27529

Palavras-chave:

Competência Crítica em Informação, Paradigma social, Processo informacional.

Resumo

O debate acerca das habilidades informacionais do sujeito engloba discussões desde a própria origem epistemológica e definição de um objeto científico da Ciência da Informação. Este artigo apresenta uma linha de raciocínio acerca da natureza da informação como objeto de estudo, suas concepções, contextualiza os paradigmas epistemológicos e influências interdisciplinares da Ciência da Informação ao abordar o papel do sujeito quanto a inclusão do mesmo no processo informacional. Em ambientação de competência em informação e competência crítica em informação, realiza-se uma análise de caso que busca demonstrar o sujeito ativo quanto às suas necessidades informacionais.

Biografia do Autor

Anderson Matheus Alves Arruda

Bacharel em Biblioteconomia pelo Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes da Universidade Federal de Alagoas. Pós-graduando latu sensu em Gestão e Tecnologia em Ciência da Informação pelo Centro Universitário CESMAC.

Adriana Lopes Alves

Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Alagoas e pós-graduanda latusenso em Gestão e Tecnologia em Ciência da informação pelo Centro Universitário CESMAC-AL.

Downloads

Publicado

2019-12-23

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa