Bem Viver e democracia no pensamento de Mariátegui e Gramsci

Cesar Germana Cavero

Resumo


Tanto Gramsci quanto Mariátegui questionam a ideologia do progresso inevitável sustentado pelas correntes liberais e marxistas, particularmente as do marxismo-leninismo. Essa foi uma das teses fundamentais do Iluminismo e foi desenvolvida teoricamente pela filosofia positivista. Argumenta-se que as sociedades estão em um inevitável movimento de avanço com o avanço da ciência e da tecnologia, ou, na linguagem do marxismo, com o desenvolvimento das forças produtivas. Em vez disso, apontam para a necessidade de erradicar o caráter explorador das relações de produção capitalistas, e ajudam a compreender que a democracia direta constitui uma das bases essenciais para a construção do projeto de bem viver.

 


Palavras-chave


Democracia. Bem Viver. Mariátegui. Gramsci.

Texto completo:

Germaná.pdf

Referências


CERRONI, Umberto. Teoría política e socialismo. Roma: Editori Riuniti, 1973.

GERMANÁ, César. El socialismo indo-americano de José Carlos Mariátegui: proyecto de reconstitución del sentido histórico de la sociedad peruana. Lima: Amauta, 1995.

GRAMSCI, Antonio. Cartas de la cárcel: 1926-1937. México: Ediciones Era, 2003.

GRAMSCI, Antonio. Cuadernos de la cárcel. México: Ediciones Era, 1999. Tomo V.

GRAMSCI, Antonio. Cuadernos de la cárcel. México: Ediciones Era, 1986. Tomo IV.

GRAMSCI, Antonio. Cuadernos de la cárcel. México: Ediciones Era, 1984. Tomo III.

GRAMSCI, Antonio. Cuadernos de la cárcel. México: Ediciones Era, 1981. Tomo II.

GRAMSCI, Antonio. Algunos temas de la cuestión meridional. In: MACCIOCCHI, Maria-Antonieta. Gramsci y la revolución de Occidente. México: Siglo XXI Editores, 1975. p. 289-310. Originalmente publicado em 1926.

GRAMSCI, Antonio. El programa de “L’Ordine Nuovo”. 1920a. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2022.

GRAMSCI, Antonio. El consejo de fábrica. 1920b. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2022.

GRAMSCI, Antonio. La Internacional Comunista. 1919. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2022.

MARIÁTEGUI, José Carlos. Mariátegui total. Lima: Amauta, 1994a. Tomo I.

QUIJANO, Aníbal. Cuestiones y horizontes. De la dependencia histórico-estructural a la colonialidad/descolonialidad del poder. Lima: UNMSM; CLACSO, 2020.

QUIJANO, Aníbal 1981 “Poder y democracia en el socialismo” em Sociedad y Política (Lima) Nº 12.

QUIJANO, Aníbal & WALLERSTEIN, Immanuel. (1992), “Americanity as concept, or the Americas in the world-system”. International Social Science Journal, 44 (4): 549-557.

ROSEMBERG, Arthur. Democracia y socialismo. Aporte a la historia política de los últimos 150 años. Buenos Aires: Editorial Claridad, 1966.

WALLERSTEIN, Immanuel. The world we are entering 2000-2050. In WALLERSTEIN, Ie CLESSE. A. The world we are entering 2000-2050. Luxemburg Institute for European and International Studies, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista do Laboratório de Estudos sobre Hegemonia e Contra-Hegemonia (LEHC/UFRJ), sediado no IRID/UFRJ e associado ao PEPI/UFRJ

Apoio: Rede Relações Internacionais e Marxismo (RIMA)

Laboratório de Estudos Marxistas (LEMA/UFRJ)

Grupo de Pesquisa Revoluções e Contra-Revoluções (UnB)

Setor de Estudos sobre Sociedade e Meio-Ambiente (SESMA/UENF)

ISSN: 2764-104X