Contribuições da Pompage na prática da terapia ocupacional na reabilitação física / Contributions of Pompage in the practice of occupational therapy in physical rehabilitation

Letícia Martins Vieira Silva, Fátima Beatriz Maia

Resumo


A Pompage é uma técnica de terapia manual que foi pensada pelo osteopata norte americano Cathie e desenvolvida e publicada por Marcel Bienfait, na França. Trabalha através do tencionamento da fáscia muscular permitindo o deslizamento entre os músculos. O terapeuta ocupacional visando alcançar um melhor desempenho funcional destaca que algumas práticas requerem uma terapia pré-cinética como a Pompage, a qual consiste em um importante recurso utilizado como facilitador do movimento. Assim, este estudo objetiva verificar as contribuições da técnica para a Terapia Ocupacional na reabilitação física e discutir a importância de que estes profissionais incluam as terapias manuais na sua prática. Trata-se de um relato de experiência e um levantamento bibliográfico em livros e nas bases de dados BVS e Pubmed no período de abril até maio de 2017 e ainda consulta ao diário de campo. Foram encontrados 78 artigos e através dos critérios estabelecidos na pesquisa utilizados 11, que em sua maioria abordavam o tratamento para dor lombar, uso da terapia manual e o trabalho com criança.  Entre o conteúdo dos estudos lidos e o diário de campo percebe-se que a técnica pode ser utilizada com diferentes objetivos como a ação sobre a circulação, sobre a musculatura, ação articular e ação calmante proporcionando ao paciente, uma vez mobilizado anteriormente um movimento com mais qualidade, amplitude e menos dor ao longo dos atendimentos. Foi percebida uma escassez de publicações sobre o assunto apesar da indicação do Ministério da Saúde para que práticas integrativas sejam incluídas no Sistema Único de Saúde.

 

Abstract

The Pompage is a manual therapy technique that was founded by the American osteopath Cathie and developed and published by Marcel Bienfait in France. It works by tensing the muscle fascia allowing muscles to slide. The occupational therapist who is aiming to achieve a better functional performance emphasizes that some practices require a pre-kinetic therapy such as Pompage, which is an important resource used as a movement facilitator. Thus, this study aims to verify the contributions of the technique to Occupational Therapy in physical rehabilitation and to discuss the importance of these professionals including manual therapies in their practice. This is an experience report, a bibliographical study of books and in the BVS and Pubmed databases from April to May 2017 and the consultation of the field diary. 78 articles were found and through the criteria established 11 were used,. Between the contents of the studies read and the field diary it was established that the technique can be used with different objectives such as action on circulation, musculature, articular and also a calming effect on the patient. Moreover once mobilized the movement has more quality, amplitude and less pain throughout the visits. A shortage of publications on the subject was identified despite the indication of the Ministry of Health of Brazil so that integrative practices are included in Health Unic System.

Keywords: Fascia; Musculoskeletal manipulations; Occupational therapy.


Palavras-chave


Fáscia; Manipulações musculoesqueléticas; Terapia Ocupacional.

Texto completo:

PDF

Referências


Associação Americana de Terapia Ocupacional -- AOTA. Estrutura da prática da Terapia Ocupacional: domínio & processo. 3ª ed .Rev. Ter. Ocup. Univ. São Paulo. 2015; 26: 1- 49. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rto/article/view/97496/96423 Acesso em: 02 maio de 2017.

De Carlo MMRP, Bartalotti CC. Terapia Ocupacional no Brasil: fundamentos e perspectivas. 2ª ed. São Paulo: Plexus Editora; 2001.

Bienfait M. Estudo e tratamento do esqueleto fibroso fáscias e pompages. São Paulo: Summus; 1999.

Almeida MVM. Corpo e Arte em Terapia Ocupacional. Rio de Janeiro: Enelivros Editora; 2004.

Bienfait M. As bases da fisiologia da terapia manual. São Paulo: Summus; 2000.

Bienfait M. Os desequilíbrios estáticos: Fisiologia, patologia e tratamento fisioterápico. São Paulo: Summus; 1995.

Rocha MO, et al. Hidroterapia, pompage e alongamento no tratamento da fibromialgia--relato de caso. Fisioterapia em Movimento. Curitiba. 2006; v. 19, n. 2, p. 49-55.

Miranda RC, Mejia DPM . Ganho de amplitude de movimento através da técnica de pompage articular em pacientes com osteoartrite de joelho, 2008. Disponível em: http://portalbiocursos.com.br/ohs/data/docs/33/184Ganho_de_amplitude_de_movimento_atravYs_da_tYcnica_de_pompage_articular_em_pacientes_com_osteoartrite_de_joelho.pdf. Acesso em: 15 maio de 2017.

Sacon AB, et al. Fisioterapia Respiratória: uso de técnicas de reequilíbrio toracoabdominal e pompage. Revista Contexto & Saúde. Rio Grande do Sul. 2013; v. 9, n. 16, p. 125-128.

Monteiro RR, Rangel PM, Carvalho RA. Efeito das pompagens no tratamento de hérnia de disco lombar. In: X Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e VI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação; 2006. Universidade do Vale do Paraíba.

De Andrade Filho JF, Barbosa R. Efeito de um protocolo de terapia manual na qualidade de vida de pacientes com lombalgia crônica. Pará, 2012. Disponível em: http://portalbiocursos.com.br/ohs/data/docs/97/311Efeito_de_um_protocolo_de_terapia_manual_na_qualidade_de_vida.pdf. Acesso em: 26 abril de 2017.

Vasconcelos DA, Ribeiro CD, Macêdo LC. O tratamento da flexibilidade pela fisioterapia. Revista Eletrônica de Ciências. Campina Grande. 2010; v. 7, n. 10/11, p. 25-37.

Da silva E et al. Avaliação de qualidade de vida de pacientes com LER/DORT atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Journal of Health Sciences. Londrina. 2015; v. 8, n. 1, p. 39-43.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 145, de 11 de janeiro de 2017. Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. 2017 jan. 10; Seção 1, p. 32. Disponível em: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=32&data=13/01/2017. Acesso em: 29 abril de 2017.

Brasil. Plenário do Conselho Nacional de Saúde. Recomendação nº 012. In: Ducentésima Nonagésima Segunda Reunião Ordinária. Brasília, 2017. Disponível: http://conselho.saude.gov.br/recomendacoes/2017/Reco012.pdf. Acesso: 27 abril de 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional - REVISBRATO



Indexado em:

      

       

    Resultado de imagem para REDIB