Intervenção precoce no Brasil e a prática dos terapeutas ocupacionais/Early intervention in Brazil and the practice of occupational therapists

Patricia Carla de Souza Della Barba

Resumo


O presente texto expõe uma breve problematização sobre a temática da Intervenção Precoce (IP) em sua conjuntura atual, tanto no cenário nacional quanto internacional, e a atuação de terapeutas ocupacionais nesse contexto. Aborda, inicialmente, a questão da terminologia utilizada em documentos (estimulação precoce ou Intervenção Precoce?) e sua repercussão para as políticas; apresenta alguns destaques das diretrizes mais debatidas, por ocasião do Congresso Internacional de Intervenção Precoce, realizado em junho de 2016, na Suécia, em contraponto com o cenário encontrado no Brasil, e, finalmente, aborda como a prática da Terapia Ocupacional tem ocorrido no panorama da IP no Brasil.

 

Abstract

The present text brings a brief problematization on the theme of Early Intervention (EI) in its current conjuncture, both in the national and international scenario and the work of occupational therapists in this context. Initially address the issue of terminology used in documents (early stimulation or early intervention?) and its repercussion for policies; it presents some highlights of the most debated guidelines at the International Congress of Early Intervention, held in June 2016 in Sweden, in counterpoint to the scenario found in Brazil and finally addresses how the practice of Occupational Therapy has occurred in current overview of EI in Brazil.

Keywords: Early Intervention; Practice; Occupational therapy


Palavras-chave


Intervenção Precoce; Prática; Terapia Ocupacional.

Texto completo:

PDF

Referências


Guralnick MJ. Family influences on early development: Integrating the science of normative development, risk and disability, and intervention. In: McCartney, K., Phillips, D. (editors). Blackwell handbook of early childhood Development. Oxford: Blackwell Publishers; 2006: 44-61.

Serrano AM. Redes Sociais de Apoio e a sua Relevância para a Intervenção Precoce. Porto. Porto Editora; 2007.

Brasil Ministério da Justiça – Secretaria dos Direitos da Cidadania – Estimulação Precoce: Serviços, Programas e Currículos. 3 ed. Brasília; 1996.

Brasil Ministério da Saúde. Diretrizes de estimulação precoce: Crianças de zero a 3 anos com Atraso no Desenvolvimento Neuropsicomotor Decorrente de Microcefalia. Brasília; 2016.

Marini BPR; Lourenço MC; Della Barba PCS. Revisão sistemática integrativa da literatura sobre modelos e práticas de Intervenção Precoce no Brasil. Revista Paulista de Pediatria [online]. 2017; 35(4): 456-463.

Marini BPR; Lourenço M; Della Barba; PCS. A perspetiva brasileira das ações de Intervenção Precoce na Infância. In: Fuertes, M, Nunes, C, Lino, D, Almeida, T (org.) Teoria, prática e investigação em Intervenção Precoce. Lisboa. Cied. 2018: 27-49.

Brasil. Lei 13.257, de 8 de março de 2016. Dispõe sobre as políticas públicas para a primeira infância e altera a Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente), o Decreto-Lei no 3.689, de 3 de outubro de 1941 (Código de Processo Penal), a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, a Lei no11.770, de 9 de setembro de 2008, e a Lei no 12.662, de 5 de junho de 2012; 2016b. disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/l13257.htm

Dunst C J; Espe-Sherwindt M. Family-Centered Practices in Early Childhood Intervention. In Handbook of early childhood special education. Springer International Publishing. 2016; 37-55.

Nucci L V; Nunes AC; Marini BR; Folha DC; Ramos MM; Della Barba; PCS. A produção de conhecimento em terapia ocupacional na perspectiva da atenção integral à criança. Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional. Rio de Janeiro. 2017; 1 (5): 693-703.

Serrano A M. Projecto-Piloto de Investigação-Acção em Intervenção Precoce na Direcção Regional de Educação Especial e Reabilitação. Revista Diversidades. 2010; julho-setembro; 29: 4 – 27.

Marini BPR. As práticas de Intervenção Precoce no estado de São Paulo. [Dissertação]. São Carlos: Universidade Federal de São Carlos; 2017.

Nunes AC; Folha DC; Marini BR; Della Barba; PCS. A promoção do desempenho ocupacional de crianças em contextos naturais. Capitulo de livro; 2018. No prelo

Nunes AF; Figueiredo MO; Della Barba PCS; Emmel MLG. Retratos do cotidiano de meninos de cinco e seis anos: a atividade de brincar. Cadernos de Terapia Ocupacional da UFSCar. 2013; 21 (2):275-287.

Muhlenhaupt M; Pizur-Barnekow K; Schefkind S.; Chandler B; Harvison N. Occupational Therapy Contributions in Early Intervention: Implications for Personnel Preparation and Interprofessional Practice. Infants and Young Children. 2015; 28 (2): 123-132.




DOI: https://doi.org/10.47222/2526-3544.rbto14809

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional - REVISBRATO



Indexado em:

   

           

   Resultado de imagem para REDIB