A comunicação dos terapeutas ocupacionais durante a pademia da Covid-19/Occupational therapist’s communication during Covid-19’s pandemic

Júnia Jorge Rjeille Cordeiro

Resumo


A pandemia da COVID-19 gerou grande necessidade de compartilhamento de informações e orientações diante dos impactos sanitários, e dos ocupacionais causados pelo distanciamento social. Terapeutas ocupacionais brasileiros tem adaptado sua comunicação privada com o paciente (teleatendimento) e com a sociedade (comunicação social), utilizando recursos tecnológicos. Tendo sido feita observação assistemática das produções no âmbito da comunicação social, esta nota objetiva levantar considerações a respeito do escopo das mesmas para que a Terapia Ocupacional possa se comunicar com consistência e aproveitar a oportunidade para associar sua especificidade às soluções de cunho ocupacional necessárias neste momento.

Abstract

The COVID-19 pandemic generated a great need for information and guidance sharing in the face of health, and occupational impacts caused by social distancing. Brazilian occupational therapists have adapted their private communication with the patient (telehealth) and with general society (social communication), using technological resources. Having made unsystematic observation of social communication production, this paper aims to raise considerations regarding their scope so that Occupational Therapy can communicate with consistency and take the opportunity to associate its specificity with the occupational solutions needed at this time.

Key words: Coronavirus Infections; Pandemics; Health Education; Social Communication; Occupational Therapy.

Resumen

La pandemia de COVID-19 generó una gran necesidad de compartir información y orientación frente a los impactos de salud, y laborales causados por la distancia social. Los terapeutas ocupacionales brasileños han adaptado su comunicación privada con el paciente (teleconsulta) y con la sociedad (comunicación social), utilizando recursos tecnológicos. Después de haber realizado una observación non sistemática de las producciones en el ámbito de la comunicación social, este artículo tiene como objetivo plantear consideraciones sobre su alcance para que la Terapia Ocupacional pueda comunicarse con coherencia y aprovechar la oportunidad de asociar su especificidad con las soluciones ocupacionales necesarias en este momento.

Palabras clave: Infecciones por Coronavirus; Pandemias; Educación em Salud; Comunicación Social; Terapia Ocupacional.

 

 


Palavras-chave


Infecções por Coronavírus; Pandemias; Educação em Saúde; Comunicação Social; Terapia Ocupacional.

Texto completo:

PDF

Referências


World Health Organization. Coronavirus disease (COVID-19) Pandemic. [acesso em 2020 abr. 24]. Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019.

Brasil. Ministério da Saúde. Coronavírus (COVID-19). [acesso em 2020 abr. 24]. Disponível em: https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#o-que-e-covid.

Lovelock C, Witrz J. Marketing de serviços: pessoas, tecnologias e resultados. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2006.

Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito). Resolução no. 516, de 20 de março de 2020. Teleconsulta, Telemonitoramento e Teleconsultoria. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF; 2020. [acesso em 2020 abr. 24]. Disponível em: https://www.coffito.gov.br/nsite/?p=15825.

Wikipédia. Comunicação social. [acesso em 2020 abr. 24]. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Comunica%C3%A7%C3%A3o_social.

Trombly C. Anticipating the future: assessment of occupational function. The Am. J. Occup. Therapy 1993; 47 (3): 253-257.

OMS/OPAS. CIF: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. São Paulo: Editora Edusp; 2003.

Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito). Resolução no. 425, de 08 de julho de 2013. Estabelece o Código de Ética e Deontologia da Terapia. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF; 2013. [acesso em 2020 abr. 24]. Disponível em: https://www.coffito.gov.br/nsite/?p=3188.

Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito). Definição de Terapia Ocupacional. [acesso em 2020 abr. 24]. Disponível em: https://www.coffito.gov.br/nsite/?page_id=3382.

De Carlo MMRP; Bartalotti CC. Terapia Ocupacional no Brasil: fundamentos e perspectivas. 2ª ed. São Paulo: Plexus Editora; 2001.

Feriotti ML. Construção de identidade(s) em Terapia Ocupacional no contexto das transformações paradigmáticas da saúde e da ciência. In: Pádua EMM, Feriotti ML, organizadoras. Terapia Ocupacional e complexidade: práticas multidimensionais. Curitiba: CRV; 2013. p. 43-70.

Cruz DMC. Os modelos de Terapia Ocupacional e as possibilidades para prática e pesquisa no Brasil. Rev Interinst Bras Ter Ocup. 2018; 2(3): 504-517.

Jorge RC. Terapia Ocupacional psiquiátrica: aperfeiçoamento. Belo Horizonte: FUMARC/PUC-MG; 1981.

Jorge RC. O objeto e a especificidade da Terapia Ocupacional. Belo Horizonte: GESTO; 1990.

American Occupational Therapy Association A. Estrutura da prática da Terapia Ocupacional: domínio & processo - 3ª ed. traduzida. Rev. Ter. Ocup. Univ. São Paulo (Online) [Internet]. 24abr.2015];26(esp):1-9. [acesso em 2020 abr. 24]. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rto/article/view/97496.




DOI: https://doi.org/10.47222/2526-3544.rbto34244

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional - REVISBRATO



Indexado em:

   

           

   Resultado de imagem para REDIB