Terapia Ocupacional, cotidiano e pandemia COVID-19: inquietações acerca do ocupar o tempo-espaço/Occupational Therapy, Everday life and pandemic Covid-19: concerns about occupying time-espace

Derivan Brito da Silva

Resumo


A Pandemia COVID-19 suscita discussões de diversas ordens, e traz à cena da vida cotidiana, dilemas e velhas e novas questões que envolvem a trama indivíduo-e-sociedade. Na presente dialogia buscamos problematizar a prática profissional do terapeuta ocupacional diante do fenômeno Pandemia COVID-19. Para tanto, elegemos a vida cotidiana como ponto central da problematização. Assim, com base em referenciais das Ciências Humanas e Sociais, em especial, na Abordagem de Norbert Elias, Pierre Bourdieu e Anselm L. Strauss, buscamos /estabelecer um diálogo com autores do campo da Terapia Ocupacional e com as nossas observações acerca das interações sociais de terapeutas ocupacionais no ciberespeço-tempo. Esta dialogia suscita questões elementares para compreender o processo de mudança que nos instiga a reinventar o objeto profissional em Terapia Ocupacional e, consequentemente, a identidade profissional do terapeuta ocupacional 


Abstract

COVID-19 pandemic raises dicussions of several kinds, and it brings to the scene of everyday life, dilemmas as well as old and new questions which involve the individualandsociety plot. In the current dialogue, we seek to discuss the occupational therapist‟s professional practice in the face of COVID-19 Pandemic phenomenon. Having this in mind, we chose daily life as the core point of the discussion. Thus, based on references from the Human and Social Sciences, especially according to Norbert Elias‟s, Pierre Bourdeiu‟s and Anselm L. Strauss‟s approach, we seek to establish a dialogue with authors in the field of Occupational Therapy and with our observations about the social interactions of occupational therapists in cyberspace-time. This dialogue raises elementary questions to understand the changing process which prompt us to reinvent the professional object in Occupational Therapy area and, as a result, the professional identity of the occupational therapist. 

Keywords: Occupational Therapy. Everyday Life.COVID-19 pandemic. Professional Identity.  


Resumen

La pandemia COVID-19 plantea discusiones sobre diferentes órdenes y trae en escena de la vida cotidiana, dilemas y viejas y nuevas preguntas que involucran al individuo y la sociedad en el presente diálogo buscamos problematizar la práctica profesional de terapeuta ocupacional frente al fenómeno pandémico COVID-19. Para esto, elegimos la vida cotidiana como punto central de problematización. Entonces, basado en el referencial de las Ciencias Humanas y Sociales, especialmente en el enfoque de Norbert Elias, Pierre Bourdieu y Anselm L. Strauss, buscamos establecer un diálogo con los autores en el campo de Terapia Ocupacional y con nuestras observaciones sobre las interacciones sociales de terapeutas ocupacionales en el ciberespacio-tiempo. Este diálogo plantea preguntas elementares para entender el proceso de cambio que nos instiga a reinventar el objeto profesional en terapia ocupacional y, en consecuencia, la identidad profesional del terapeuta ocupacional. 

Palabras clave: Terapia ocupacional, Vida cotidiana, Pandemia de COVID-19, Identidad professional.  
Interinstitutional


Palavras-chave


Terapia Ocupacional; Cotidiano; Pandemia COVID-19; Identidade Profissional.

Texto completo:

PDF

Referências


Leal, LGP. Terapia Ocupacional: guardados de gaveta e outros guardados. Recife: Ed. do Autor. 2005.

Jorge, RC. Psicoterapia Ocupacional: história de um desenvolvimento. Belo Horizonte: GES.TO Casa Dois Comunicação, 1995.

Galheigo, SM. Terapia ocupacional, cotidiano e a tessitura da vida: aportes teórico-conceituais para a construção de perspectivas críticas e emancipatórias. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional. 2020; Ahead of Print. https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAO2590

Silva, DB. A Terapia Ocupacional no Brasil na perspectiva sociológica [Tese] Curitiba: Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas; 2017.

Heller, A. O Cotidiano e a História. 7ª ed. Coutinho CN, Konder L, tradução. São Paulo: Paz e Terra. 2004.

Hagedorn, R. Ferramentas para a prática em terapia ocupacional: uma abordagem estruturada aos conhecimentos e processos centrais. Muramoto MT, tradução. São Paulo: Roca, 2007.

Minayo, MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 8ª Ed. são Paulo: Hucitec, 2014.

Salles, MM.; Matsukura, T. S. Estudo de revisão sistemática sobre o uso do conceito de cotidiano no campo da terapia ocupacional no Brasil. Cadernos de Terapia Ocupacional da UFSCar. 2013; 21(2): 265-273. http://dx.doi.org/10.4322/cto.2013.028

Bourdieu, P. Razões Práticas: sobre a teoria da ação. Corrêa M, tradução. Campinas-SP: Papirus, 1996.

Zoppi-Fontana, MG. O Outro da Personagem: Enunciação, Exterioridade e Discurso in: BRAIT, B (org). Bakhtin, dialogismo e construção de sentido, 2ª ed. Rev. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2005.

Bourdieu, P. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. Bourdieu P; Champagne P; Landais E, revisão. Catani DB, tradução. São Paulo: UNESP, 2004.

Caníglia, M. Terapia Ocupacional, objeto e metodologia.. Belo Horizonte: Expressa Artes Gráficas e Editora Ltda, 1994.

Caníglia, M. Terapia Ocupacional: um enfoque disciplinar. Belo Horizonte: Ophicina de Arte & Prosa, 2005

World Health Organization. Coronavirus disease (COVID-19) Pandemic. 2020. [acesso em 2020 abr. 28. Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019.

Elias, N. O Processo Civilizador: formação do estado e civilização. Jungmann R, tradução. Ribeiro, RJ revisão, apresentação e notas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 1993.

Elias, N. Sociedade dos Indivíduos. Organizado por Michael Schröter. Ribeiro V, tradução. Ribeiro RJ, revisão técnica e notas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1994.

Silva, DB. Norbert Elias (1897-1990) In: Vanali, AC (org). Teoria Social. Curitiba: Edições NEP, 2016, 132-167.

Bourdieu, P. O senso prático. 3ª ed. Ferreira M, tradução. Corandi OL, revisão da tradução. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013

Vieira, EF. O tempo-espaço: ficção, teoria e sociedade. Cadernos EBAPE.BR. 2003; 1(1): 1-7.

Vergara, SC; Vieira, MMF. Sobre a Dimensão Tempo-Espaço na Análise Organizacional. Revista de Administração Contemporânea. 2005; 9(2):103-119.

Carvalho, ER. A Concepção holística e processual de tempo de Norbert Elias. Revista: Lua Nova. São Paulo; 103; 203-231. http://dx.doi.org/10.1590/0102-203231/103

Elias, N. Sobre o tempo. Schröter M, editor. Ribeiro V, tradução. Daher A, revisão técnica. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

Certeau, M. A invenção do cotidiano: 1. artes de fazer. Alves EF, tradução. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

Dickei, V. O que é Ocupação? In: Crepeau, EB; Cohn, ES Schell, BAB. Williard & Spackman Terapia Ocupacional. Ed 11ª. Ferreira R, Revisão Técnica. Paulo AFD, Araújo CLC, Mundim FD, Figueiredo JEF, tradução. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2011.

Brasil. Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito). Terapia Ocupacional. Especialidades. Especialidades Reconhecidas pelo COFFITO. [acesso em 2020 mai.04]. Disponível em https://www.coffito.gov.br/nsite/?page_id=3390 Acesso em 06/05/2020.

Vieira, EF. A sociedade cibernética. Cadernos EBAPE.BR. 2006; 4(2): 1-10.

Portocarrero, V. As ciências da vida: Canguilhem e Foucault. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2009.

Strauss, A. Espelhos e Máscaras: a busca da identidade. Souza GG, tradução. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1999.




DOI: https://doi.org/10.47222/2526-3544.rbto34489

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional - REVISBRATO



Indexado em:

   

           

   Resultado de imagem para REDIB