Precedentes vinculantes e as cortes supremas: uma análise crítica

Antonio Aurelio de Souza Viana

Resumo


RESUMO:

O novo Código de Processo Civil procura instituir um sistema de precedentes judiciais obrigatórios. Alguns autores da processualística defendem que Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal devem atuar como Cortes Supremas. Para tanto, seria fundamental a definição da ratio decidendi por ocasião do julgamento, declarando-se, portanto, qual é o precedente judicial, que passaria a vincular todos os demais órgãos do judiciário. Entretanto, mesmo na hipótese de a ratio decidendi ser definida pelo Tribunal Superior, é possível e inevitável a sua interpretação pelas instâncias inferiores, o que constitui um paradoxo, pois o precedente não pode vincular de modo absoluto.

 ABSTRACT:

The new Code of Civil Procedure seeks to establish a system of mandatory judicial precedents. Some writers claim that the Superior Court of Justce and the Supreme Federal Court must act as supreme courts. For such, it would be fundamental to define the ratio decidendi on the occasion of the judgment, thus declaring the judicial precedent that would bind all other organs of the judiciary. However, even if the ratio decidendi is defined by the supreme courts, its interpretation by the lower courts is possible and inevitable, which is a paradox, since the precedent cannot bind absolutely.


Palavras-chave


Precedente judicial; Cortes Supremas; Ratio decidendi; Judicial Precedent; Supreme Courts; Civil Procedure Code of 2015

Texto completo:

PDF

Referências


ATIENZA, Manuel. As razões do direito: teoria da argumentação jurídica. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2016.

BOUVERESSE, Jacques. Prodígios e vertigens da analogia: o abuso das belas-letras no pensamento. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

BUSTAMANTE, Thomas da Rosa de. Teoria do precedente judicial: a justificação e a aplicação de regras jurisprudenciais. São Paulo: Noeses, 2012.

DIDIER JR. Fredie; SOUZA, Marcus Seixas. O respeito aos precedentes como diretriz histórica do direito brasileiro. Revista de Processo Comparado. vol. 2. ano 1. p. 99-120. São Paulo: Ed. RT, jul-dez, 2015.

DUXBURY, Neil. The nature and authority of precedent. Cambridge: Cambridge University Press, 2008.

GERHARDT, Michael J. The Power of Precedent. Oxford/New York: Oxford University Press, 2008.

MACCORMICK, Neil; SUMMERS, Roberts S. (Edited by). Interpreting precedents: a comparative study. Aldershot: Dartmouth/Ashgate, 1997.

MACÊDO, Lucas Buril de. A análise dos Recursos Excepcionais pelos Tribunais Intermediários – O pernicioso art. 1.030 do CPC e sua inadequação técnica como fruto de uma compreensão equivocada do sistema de precedentes vinculantes. Revista de Processo. vol. 262, ano 41, São Paulo: Ed. RT, dez. 2016

MARINONI, Luiz Guilherme. Precedentes obrigatórios. 2. ed., rev. e atual. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2011.

MARINONI, Luiz Guilherme. O julgamento nas cortes supremas: precedentes e decisão do recurso diante do novo CPC. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2015.

MARINONI, Luiz Guilherme. A ética dos precedentes: justificativa do novo CPC. 2. ed. rev., atual. e ampl. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2016.

MITIDIERO, Daniel. Cortes superiores e cortes supremas: do controle à interpretação, da jurisprudência ao precedente. 2. ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2014.

MITIDIERO, Daniel. Precedentes: da persuasão à vinculação. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2016.

MITIDIERO, Daniel. Dos modelos de cortes de vértice – Cortes Superiores y Cortes Supremas. In: TARUFFO, Michele; MARINONI, Luiz Guilherme; MITIDIERO, Daniel (Coord.). La misión de los tribunales supremos. Madrid: Marcial Pons, 2016, p.77-122.

NUNES, Dierle José Coelho; THEODORO JR, Humberto; BAHIA, Alexandre. Breves considerações sobre a politização do Judiciário e sobre o panorama de aplicação no direito brasileiro. Análise da convergência entre o civil law e o common law e dos problemas da padronização decisória. Revista de Processo, v. 189, p. 1-35, 2010.

NUNES, Dierle. Proposta de reforma do novo Código de Processo Civil apresenta riscos. Disponível em: http://www.conjur.com.br/2015-nov-26/dierle-nunes-proposta-reforma-cpc-apresenta-riscos, acesso em 18 de fevereiro de 2017.

NUNES, Dierle; PEDRON, Flávio Quinaud; HORTA, André Frederico de Sena. Os precedentes judiciais, o art. 926 do CPC e suas propostas de fundamentação: um diálogo com concepções contrastantes. Revista de processo. vol. 263/2017, p. 335-396, jan. 2017 (versão eletrônica)

SCHAUER, Frederick. Precedente. In: DIDIER JR, Fredie et al. (Org.). Precedentes - Coleção Grandes Temas do Novo CPC. Salvador: JusPodivm, 2015, v. 3, p. 49-86.

SCHOPENHAUER, Arthur; CARVALHO, Olavo de. Como vencer um debate sem precisar ter razão: em 38 estratagemas: (dialética erística). Rio de Janeiro: Topbooks, 1997.

TARUFFO, Michele. Icebergs de Common law e Civil Law? Macro-comparação e micro-comparação processual e o problema da verificação da verdade. In: TEMAS atuais do direito: estudos em homenagem aos 80 anos do Curso de Direito da Universidade Federal do Espírito Santo. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2011.

TARUFFO, Michele. El vértice ambíguo. Ensayos sobre la Casación civil. Lima-Peru: Palestra Editores, 2005.

TARUFFO, Michele. Institutional Factors Influencing Precedents. In: Interpreting precedents: a comparative study. Aldershot: Dartmouth/Ashgate, 1997, p. 437-460.

TARUFFO, Michele. Las funciones de las Cortes Supremas – Aspectos generales. In: TARUFFO, Michele; MARINONI, Luiz Guilherme; MITIDIERO, Daniel (Coord.). La misión de los tribunales supremos. Madrid: Marcial Pons, 2016, p. 231-251.

VIEHWEG, Theodor. Tópica e jurisprudência. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1979.




DOI: http://dx.doi.org/10.21875/tjc.v1i2.8711

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Antonio Aurelio de Souza Viana

ISSN 2526-0464

INDEXADA EM / INDEXED BY: