Ambidestralidade Organizacional e Desempenho Multidimensional: uma investigação em Escritórios Contábeis Brasileiros

Mariana Silva Liah Martins, Juliette de Castro Tavares, Maria Elisa Sarmento C osta, Juliano Lima Soares

Abstract


O objetivo desta pesquisa foi identificar a associação entre a ambidestralidade organizacional e o desempenho multidimensional nos escritórios contábeis brasileiros. O desempenho multidimensional foi mesurado a partir da percepção dos gestores quanto variação da: receita bruta, lucratividade, carteira de clientes, satisfação dos clientes e prazos estabelecidos para entrega dos serviços e produtos. A coleta de dados ocorreu por meio da aplicação de um questionário aos gestores dos escritórios contábeis brasileiros. A amostra foi composta por 207 repostas de questionários respondidos entre julho e agosto de 2018. Para teste das hipóteses foi realizado o teste de correlação. Os resultados indicaram uma associação positiva e significante (r de Pearson = 0,256, p<0,05) entre os construtos, ratificando a perspectiva da importância da inovação para a sobrevivência e manutenção da capacidade competitiva das organizações. Um teste de hipótese ampliada foi realizada e evidenciou que a associação era positiva apenas em duas dimensões do desempenho multidimensional: variação da satisfação dos clientes e prazo de entrega dos produtos e serviços aos clientes. Esses achados contribuem com evidências sobre a importância da inovação e das medidas de desempenho não financeiras para o desempenho das organizações da amostra estudada. Ademais, os resultados também indicam que o desempenho cresce à medida em que as empresas evoluem, ou seja, conforme ocorrem mais inputs nas atividades ambidestras, contrapondo resultados de pesquisas sobre existência de um ponto sensível onde ocorre uma inversão nessa relação.

  

Keywords


Ambidestralidade Organizacional; Desempenho Multidimensional; Gestão da Inovação, Competitividade, Organizações Contábeis.

References


BEDFORD, D. Management control systems across different modes of innovation: Implications for firm performance. Management Accounting Research, v. 28, p.12-30, 2015. DOI: 10.1016/j.mar.2015.04.003

BEDFORD, D.; BISBE, J.; SWEENEY, B. Performance measurement systems as generators of cognitive conflict in ambidextrous firms. Accounting, Organizations and Society, v. 72, p. 21-37, 2019. DOI: 10.1016/j.aos.2018.05.010

CALLADO, A. L.; SOARES, K. R. Análise da utilização de indicadores de desempenho no contexto das agroindústrias. Revista Custos e @gronegócio on line, v. 10, n. 2, 7p. 2-284, – Abr/Jun - 2014.

CARVALHO, H. G.; REIS, D. R.; CAVALCANTE, M. B. Gestão da inovação. Curitiba: Aymará, 2011. 138 p.

COOPER, Donald R.; SCHINDLER, Pamela S. Métodos de Pesquisa em Administração. 12ª Edição. Brasil, McGraw Hill, 2016. 723 p.

DANCEY, C. P.; REIDY, J. Estatística sem matemática para psicologia. 3ª Edição. Porto Alegre: Artmed, 2006. 611 p.

FERNANDES, H. R.; FLEURY, M. T.; MILLS, J. Construindo o diálogo entre competência, recursos e desempenho organizacional. Revista de Administração de Empresas,V.46 – nº4, pp.1-18, 2006. DOI: 10.1590/S0034-75902006000400006.

GASPARETTO, V. O papel da contabilidade no provimento de informações para a avaliação do desempenho empresarial. Revista Contemporânea de Contabilidade, Vol. 1, n. 2, p. 109-122, 2004.

GIBSON, C. B.; BIRKINSHAW, J. The antecedents, consequences, and mediating role of organizational ambidexterity. Academy of management Journal, v. 47, n. 2, p.209-226, 2004.

HAIR, J. et al. Análise multivariada de dados. 6ª edição. Porto Alegre: Bookman editora, 2009. 682 p.

LIS, A. et al. The Concept of the Ambidextrous Organization: Systematic Literature Review. International Journal of Contemporary Management, v.17, n. 1, p.77-97, 2018. DOI: 10.4467/24498939IJCM.18.005.8384

LUBATKIN, M. H., SIMSEK, Z., LING, Y., & VEIGA, J. F. Ambidexterity and Performance in Small-to Medium-Sized Firms: The Pivotal Role of Top Management Team Behavioral Integration. Journal of management, v.3, p. 646-672, 2006. DOI: 10.1177/0149206306290712

MARCH. J. Exploration and exploitation in organizational learning. Organization Science, v. 2, p. 71-87, 1991.

MAROCO, J. Análise Estatística: com utilização do SPSS. 7ª edição. Lisboa: Edições Sílabo, 2016. 826 p.

MARQUEZAN, L. H. F.; DIEHL, C. A.; ALBERTON, J. R. Indicadores não financeiros de avaliação de desempenho: análise de conteúdo em relatórios anuais digitais. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 16, n. 2, p. 46-61, 2013.

MARTINS, R. A.; COSTA NETO, P. L. D. O. Indicadores de desempenho para a gestão pela qualidade total: uma proposta de sistematização. Gestão & Produção, v.5, n. 3, p. 298-311, 1998.

MATITZ, Q.R.S.; BULGACOV, S.O conceito desempenho em estudos organizacionais e estratégia: um modelo de análise multidimensional. Revista de Administração Contemporânea - RAC, Curitiba, v. 15, n. 4, p. 580-607, jul./ago. 2011.

MILAN, G. S.; TREZ, G. Pesquisa de satisfação: um modelo para planos de saúde. RAE-eletrônica, v. 4, n. 2, art. 2, p. 1-21, 2005.

O'REILLY III, C. A.; TUSHMAN, M. L. Organizational ambidexterity: Past, present, and future. Academy of Management Perspectives, v. 4, p. 324 – 338, 2013.

ORTEGA, V. L. R.; SOARES, J. L. Planejamento Sucessório, Governança Corporativa e Ambidestralidade Organizacional – Uma Investigação das Relações com o Desempenho Organizacional em Empresas Familiares, In: CONGRESSO UFSC DE CONTROLADORIA E FINANÇAS E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM CONTABILIDADE, 9., 2019, Florianópolis, SC, Brasil. Anais do Congresso UFSC de Controladoria e Finanças e Iniciação Científica em Contabilidade. Florianópolis, 2019, p. 1-18.

PENG, M. Y. P., et al. Linking Organizational Ambidexterity and Performance: The Drivers of Sustainability in High-Tech Firms. Sustainability, V. 11, n. 3931, p. 1 – 17, 2019. DOI:10.3390/su11143931

REIS NETO, J.F. et al. As conexões entre orientação empreendedora, capacidade de marketing e a percepção do desempenho empresarial: evidências empíricas das micro e pequenas empresas varejistas. RAM, Revista de Administração da Mackenzie, v.14, n.3, São Paulo, 2013. DOI: 10.1590/S1678-69712013000300010

SCANDELARI, V. R. N.; CUNHA, J. C. Ambidestralidade e desempenho socioambiental de empresas do setor eletroeletrônico. Revista de Administração de Empresas, v. 53, n. 2, p. 183-198, 2013.

SHIGUNOV, T. R. Z., & SHIGUNOV, A. R. A qualidade dos serviços contábeis como ferramenta de gestão para os escritórios de contabilidade. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, v. 2, nº.1, p. 1-23, 2003.

SILVA, C. D.; EYERKAUFER, M. L.; RENGEL, R. Inovação Tecnológica e os desafios para uma Contabilidade Interativa: estudo dos Escritórios de Contabilidade do estado de Santa Catarina. Revista Destaques Acadêmicos, Lajeado, v. 11, n. 1, 2019. DOI: 10.22410/issn.2176-3070.v11i1a2019.1982

SOARES, J. L. et al. Modelo de Gestão em Organizações Contábeis: um estudo sobre a Interação entre o Grau de Ambidestralidade e a Maturidade do Sistema de Controle Gerencial. Revista Gestão e Planejamento, Salvador, v. 21, p. 100-118, 2020. DOI: 10.21714/2178-8030gep.v.21.5360

TCHOUAKET, E. N. et al. Health care system performance of 27 OECD countries. The International Journal of Health Planning and Management, v. 27, n. 2, p. 104-129., 2012.

YOSHIKUNI, A. C. et al. As Influências dos Sistemas de Informação Estratégicos na Relação da Inovação e Desempenho Organizacional. Brazilian Business Review, v. 15, n. 5, p. 444-459, 2018.




DOI: https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v16i1.42800

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c) 2021 Mariana Silva Liah Martins, Juliette de Castro Tavares, Maria Elisa Sarmento C osta, Juliano Lima Soares

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexes: 

Directory of Open Access Journals Scholar   EBSCO   

 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vínculo Institucional:

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis 
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 
Av. Pasteur, 250 - Urca - Rio de Janeiro - 22.290-240 
Tel./Fax: (21) 3938-5119

Ficha Catalográfica:

Sociedade, Contabilidade e Gestão [recurso eletrônico]/ Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro. -- v. 1, n. 1, 2° semestre de 2006 -- Rio de Janeiro: UFRJ, 2006-.v. 
Quadrimestral 
Semestral 2006-2012
ISSN 1982-7342

1. Contabilidade e Gestão. I. Universidade Federal do Rio de Janeiro -- Faculdade de Administração e Ciências Contábeis.