A memória e a sua ausência. Siegfried Kracauer sobre Paris e Berlim

Carlos Eduardo Jordão Machado

Resumo


Kracauer reuniu em 1963, com o título Strassen in Berlin und anderswo [Ruas em Berlim e em outros lugares], um conjunto de artigos originalmente publicados entre 1925 e 1933 no Frankfurter Zeitung. De todos os seus escritos do período da República de Weimar, são estes os que mais se aproximam da forma literária. Cabe aqui examinar de que modo Kracauer elabora sua interpretação original sobre as metrópoles ou de que modo compara uma metrópole que foi cenário de revoluções (Paris) com outra metrópole sem revolução (Berlim); como a racionalização propagou o tédio e o vazio em Berlim e produziu um cosmopolitismo vivo em Paris, capaz de assimilar os estrangeiros. O flâneur parisiense e o Bummler berlinense.

 

Abstract: Under the title of Streets in Berlin & Elsewhere Kracauer compiled in 1963 a series of articles that had originally been written between 1925 and 1933. Of all his Weimar articles, these are the ones that best assume a literary form. I intend to examine how Kracauer reflects on metropolis, the way he compares a metropolis that was the arena of Revolutions (Paris) with another one that had none (Berlin). The way rationalization furthers an expansion of boredom and vacuum (Berlin) and the lively cosmopolitism, able to assimilate the foreigner are also analyzed. The Parisian flâneur and the Bummler from Berlin.
Keywords: Ethnology of the metropolis; Memory; Revolution; Ressentiment; German misery


Palavras-chave


Etnologia das metrópoles; Memória; Revolução; Ressentimento; Miséria alemã; S. Kracauer

Texto completo:

PDF HTML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Carlos Eduardo Jordão Machado

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.